terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Programa "Inglês sem Fronteiras" capacita estudantes do Ciências sem Fronteiras (CsF)


O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, apresentou no fim de 2012 o programa Inglês sem Fronteiras. Criado para capacitar os aspirantes a ingressar no Ciências sem Fronteiras (CsF) até 2014, a iniciativa contemplará, em um primeiro momento, mais de 500 mil estudantes.
A iniciativa compreenderá todos os graus de dificuldade, do básico ao mais avançado. Para verificar a assimilação dos conteúdos serão aplicadas mais de 500 mil provas do Test of English as a Foreign Language (Toefl), certificação reconhecida em todo o mundo, que servirá de indicador.

Inicialmente, os estudantes com melhores resultados receberão senhas para estudar a distância por meio do Portal de Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) do Ministério da Educação. Também serão oferecidos cursos presenciais.

“Inglês é a língua universal da ciência. Nos melhores cursos de ciências, o inglês é essencial para acompanhar as aulas nas melhores universidades do mundo”, explica o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp.

Já Mercadante acredita que o Inglês sem Fronteiras é apenas o passo inicial para o melhoramento e consolidação do ensino desta língua no Brasil. “A partir das experiências pedagógicas, vamos ter como expandir. Vamos começar com o CsF depois com a graduação e o ensino médio, até o momento em que conseguiremos chegar ao ensino fundamental.”

Fonte: Gestão CT&I / MEC

Nenhum comentário: