terça-feira, 1 de março de 2011

Programa Chevening - Bolsas no Reino Unido


O Ministério das Relações Exteriores Britânico abriu nesta segunda-feira (28/2) as inscrições para o Programa Chevening, que oferece bolsas para cursos de pós-graduação (especialização ou mestrado) em mais de 130 universidades do Reino Unido. O prazo para as candidaturas vai até o dia 31 de março.

Para concorrer a uma das bolsas, o candidato deve ser brasileiro, morar e trabalhar no Brasil, ter curso superior completo, pelo menos dois anos de experiência profissional e domínio da língua inglesa. Pede-se também que o candidato tenha se destacado na sua área de atuação e deseje estabelecer vínculos com o Reino Unido.

O programa oferece auxílios de até 12 mil libras esterlinas para cobrir as taxas do curso ou os custos de manutenção do bolsista – o que não inclui despesas com a família do estudante. As passagens aéreas não são pagas pelo Chevening, apenas em casos especiais selecionados a critério do programa.

O candidato à bolsa assumirá a responsabilidade por conseguir uma vaga na universidade britânica. O British Council disponibiliza uma lista completa com os endereços das páginas das instituições britânicas.

As áreas de estudo priorizadas na seleção dos candidatos são: “Mudança climática, desenvolvimento sustentável e energia”, “Finanças e economia”, “Políticas e administração esportiva”, “Ciências e inovação”, “Relações internacionais e desenvolvimento”, “Resolução de conflitos e segurança” e áreas do direito relacionadas a todos esses setores.

Fonte: Agência FAPESP

Confap - divulgada proposta de trabalho para o próximo biênio

O Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) definiu na última sexta-feira (25), as propostas de trabalho e as metas para os anos de 2011 e 2012. As ações estratégicas para o biênio foram discutidas em Vitória (ES), durante o fórum nacional do conselho, realizado nos dias 24 e 25. Trata-se do primeiro encontro do colegiado deste ano.

O planejamento do conselho inclui ações direcionadas para incentivar a criação de FAPs em Tocantins, Roraima e Rondônia e implantar leis estaduais de inovação. Também espera-se ampliar as atividades voltadas para a transferência de tecnologia para o setor empresarial e a estruturação dessas medidas em política pública.

O plano prevê, ainda, ações que possam colaborar para a popularização da ciência, tecnologia e inovação (CT&I), entre as quais destacam-se: enfatizar a produção de material de divulgação, com foco nos resultados das pesquisas financiadas e a elaboração de uma publicação sobre o histórico de atuação do conselho.

Na esfera interna, o Confap planeja melhorar sua gestão administrativa, por meio de ações que tanto garantam uma administração mais eficiente dos recursos, como modernizem as FAPs. A ideia é propor, em parceria com outras instituições, o estudo e implementação de melhores práticas de gestão nas fundações de amparo.

Agenda
Também foi definida no encontro a data da próxima reunião do conselho, marcada para a terceira semana de maio. O evento será em Belo Horizonte (MG) e a proposta é promover um fórum conjunto com o Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de CT&I (Consecti).

Fonte: Cynthia Ribeiro / Gestão CT

Mário Neto Borges é reeleito presidente do Confap

Representantes das 22 Faps do Brasil confirmaram a indicação de presidente e vice, por aclamação

Na segunda etapa dos trabalhos do primeiro encontro das fundações de amparo à pesquisa do ano de 2011, nessa quinta (24), registrou-se a eleição da diretoria do Confap, gestão 2011/2012. O presidente da Fapemig, Mário Neto Borges, foi reeleito por aclamação para o cargo máximo do Conselho Nacional das Fundações de Amparo à Pesquisa.

Mário Neto agradeceu pela confiança depositada para sua indicação e consequente reeleição, enfatizando a importância para a continuidade dos trabalhos já iniciados. “Amanhã vamos apresentar a plataforma de ação para os próximos dois anos”, declarou.

José Ricardo de Santana, da Fap de Sergipe, também foi escolhido, por aclamação, para a vice-presidência do Confap. O professor vai substituir Acácio Veras da Silva, da Fap do Piaui. A escolha dos nomes indicados para o conselho fiscal e representações das diretorias regionais serão feitas ainda dentro da programação desse encontro.

Fonte: Ariane Lemos / CONFAP