segunda-feira, 6 de junho de 2011

INPI divulga instituições de pesquisa não acadêmicas com mais solicitações de patentes em todo o país

Instituições com mais patentes
O Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) divulgou o estudo Instituições de Pesquisa Não Acadêmicas Brasileiras – Utilização do Sistema de Patentes de 1990 a 2007, que reúne informações sobre solicitação de patentes por instituições brasileiras de pesquisa.

O estudo, feito pelos pesquisadores Jeziel da Silva Nunes e Luciana Goulart de Oliveira, do Centro de Disseminação de Informação Tecnológica do INPI, traz em primeiro lugar a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), com 167 pedidos no período.

Em seguida vêm o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD), com 71 pedidos, o Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT), com 69, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), com 50, e o Centro Técnico Aeroespacial (CTA), com 47.

O IPT atualizou os dados e chegou a um número maior. “Fizemos um levantamento, confirmado por documentação em nossos arquivos, mostrando que são 89 as patentes solicitadas pelo IPT entre 1990 e 2007”, disse Claudio Fuentes Moreira, do Departamento de Acervo e Informação Tecnológica do instituto.

Apesar da correção, o ranking divulgado pelo INPI não muda, pois no mesmo o período o CPqD também teve um volume maior de solicitações, conforme dados do centro.

Fonte: Agência FAPESP

Nenhum comentário: