segunda-feira, 4 de abril de 2011

Apex e Cecompi - renovada a parceria no setor aeroespacial

Com resultados expressivos, com a geração de mais de US$ 38 milhões em exportações no setor aeroespacial, a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e o Centro para a Competitividade e Inovação do Cone Leste Paulista (Cecompi) renovam amanhã (5) o convênio voltado para a promoção do segmento.

O acordo será firmado dentro do Programa Setorial Integrado (PSI) e a meta para essa nova fase é promover a formação de redes colaborativas que possibilitem a oferta de soluções completas e o posicionamento em nível superior na cadeia de fornecimento no setor aeroespacial.

O primeiro convênio foi realizado nos anos de 2009 e 2010 e tornou-se referência para a promoção comercial do segmento do país, com a atração de empresas para o convênio. Para se ter uma ideia, o projeto começou com nove instituições participantes e no final de 2010 esse número chegou a 59, sendo que seis já exportaram.

A proposta é elevar a quantidade de empresas exportadoras e estimular a visibilidade do polo no mercado internacional. Para tanto, serão identificadas oportunidades de negócios, para que as empresas brasileiras de adéquem ao nível de competitividade exigido nos mercados externos. O convênio será assinado em São José dos Campos (SP).

Público-alvo
O projeto é direcionado para empresas brasileiras de todos os portes que produzam e/ou desenvolvam produtos aeronáuticos e/ou espaciais. Participam da iniciativa organizações dos setores aeronáutico e de defesa e espaço dos segmentos de peças e estruturas (usinagem, materiais compostos, aeroestruturas, interiores, aviônicos, ferramental, sistemas de navegação, equipamentos militares, sistemas eletrônicos, etc.), de serviços (engenharia, consultoria, simuladores de voos) e de pequenas aeronaves e veículos aéreos não tripulados (VANTs).(Com informações da Apex-Brasil) 

Fonte: Gestão CT

Nenhum comentário: