sábado, 4 de dezembro de 2010

ES: Programa Nossa Bolsa - inscrições abertas

Abertas as inscrições para concorrer a bolsas de estudo no Espírito Santo

Os interessados em cursar nível superior no Espírito Santo já podem concorrer a bolsas de estudo por meio do Programa Nossa Bolsa. As inscrições podem ser feitas até 30 de dezembro pelo site do programa , que também traz todas as informações sobre o processo seletivo.

Na última terça-feira (30), o governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia (Sect) e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo (Fapes), lançou o edital 2011 do programa, com 1,1 mil ofertas de bolsas de estudo de cursos de nível superior.

O programa objetiva promover o desenvolvimento social por meio do conhecimento, concedendo bolsas de graduação em instituições privadas. O processo de seleção para ingresso nas faculdades em 2011 oferece oportunidades em 55 cursos de 32 faculdades.

Os critérios básicos para participar são: ter cursado o ensino médio em escola pública do Espírito Santo; ter conquistado nota suficiente no Exame Nacional de Ensino Médio (Enem); e possuir baixa renda familiar.(Com informações da Sect-ES) 

Fonte: Gestão CT

Inaugurada em Brasilia a Embrapa Agroenergia

Foi inaugurada no último dia 2, em Brasília (DF), a Embrapa Agroenergia. A unidade conta com quatro laboratórios temáticos de biologia energética, processamento e conversão de biomassa, tecnologias de coprodutos, e gestão do conhecimento, além de uma central de análises químicas e instrumentais, juntamente com um complexo de plantas-piloto.

“A Embrapa Agroenergia apresenta um papel fundamental nesta agenda que foca o talento para a competitividade e a sustentabilidade dos negócios de base tecnológica, na agricultura, agroindústria e biorrefinarias”, disse o chefe-geral da unidade, Frederico Durães.

A empresa atuará em pesquisa, desenvolvimento e inovação com estratégias e funcionalidade científica para a caracterização de matérias-primas de qualidade, processos de conversão de biomassa e tecnologias de co-produtos, além de resíduos agrícolas e industriais para fins energéticos.

Laboratórios
No laboratório de aproveitamento de coprodutos e resíduos são desenvolvidos processos industriais de aproveitamento, obtenção de novos produtos e estudo de aplicações alimentares e não-alimentares. Já no ambiente de biologia energética, plantas e microrganismos de interesse agroenergético são caracterizados e, em alguns casos, modificados para aumentar a eficiência na transformação e aproveitamento da biomassa em energia.

O laboratório de processamento de matérias-primas energéticas integra pesquisas que buscam o aperfeiçoamento de processos industriais de transformação da matéria-prima agropecuária em produtos energéticos, em escala laboratorial e em planta-piloto. E as facilidades de suporte técnico para o laboratório de gestão do conhecimento em agroenergia estão organizadas para gerenciar dados e informações, transformando-os em tecnologias, produtos, serviços e inovações baseados no conhecimento.

Fonte: Gestão CT

CNPq: edital voltado para área de software e TI

Estão abertas até o dia 17 de janeiro, as inscrições para o Edital 23/2010 do CNPq. O objetivo é capacitar e qualificar profissionais para atuar na indústria brasileira de software e serviços de TI.

O edital contempla as seguintes modalidades: formação expressa, referente a programação de computadores; qualificação tecnológica, voltada para desenvolvimento e engenharia de software; e formação curta-média, que visa capacitar profissionais para atuar na área de TI.

As propostas serão financiadas com recursos da ordem de R$ 3,5 milhões, oriundos do FNDCT/CT-INFO. O proponente deve possuir nível superior e ter seu currículo cadastrado na Plataforma Lattes, além de ter vínculo formal com a instituição de execução do projeto.

Fonte: Gestão CT

MEI: versão diferenciada para o interior do país

Segundo o secretário executivo do MCT, Luiz Antonio Elias, a Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI) terá uma versão específica para as regiões do interior do país. A proposta foi antecipada hoje (2), em Fortaleza (CE), durante o fórum conjunto dos conselhos nacionais de Secretários Estaduais para Assuntos de CT&I (Consecti) e das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap).

De acordo com ele, este projeto será finalizado até o final deste ano e poderá ser incluído no documento de transição. A meta é lançar essa segunda etapa da MEI já em 2011. "Queremos interiorizar o programa, pois essas regiões têm demandas diferentes", disse.

Ainda segundo Elias, a proposta está sendo construída em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Coordenada pela CNI, a MEI tem como objetivo dobrar em quatro anos, para 80 mil, o número de empresas que praticam inovação de produtos e processos no Brasil.

Fonte: Cynthia Ribeiro Gestão CT

Fundação Araucária: bolsas de pós-doutorado

A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná lançou o Edital 11/2010, cujo objetivo é financiar bolsas de pós-doutorado a pesquisadores do Estado que atuam na pós-graduação stricto sensu. A data limite de submissão das propostas é 26 de janeiro de 2011, para contratação no primeiro semestre do próximo ano, e 26 de maio de 2011, para contratação no segundo semestre.

O candidato deve atender a alguns requisitos, como ter o título de doutor há mais de cinco anos; possuir vínculo efetivo e permanente com instituição de ensino superior, pública ou privada sem fins lucrativos, sediadas no Paraná; não ter realizado estágio pós-doutoral há menos de três anos, entre outros.

Poderão ser submetidas propostas no âmbito das seguintes áreas do conhecimento: arquitetura e urbanismo; ciências agrárias; ciências biológicas; ciências sociais e humanas; administração e economia; educação e psicologia; engenharias; física e astronomia; geociências; letras e artes; matemática - estatística e informática; química; e saúde.

Os investimentos somam R$ 500 mil. Serão financiadas de quatro até 12 mensalidades de bolsa de pós-doutorado no valor mensal de R$ 2,2 mil para estágios no país e R$ 3,6 mil para estágios no exterior.

Fonte: Gestão CT

Tecpar recebe acreditação do Inmetro em ensaios

Ensaios realizados pelos laboratórios de Alimentos, Química Ambiental e Industrial, Pesticidas e de Microbiologia e Toxicologia da Divisão de Análises e Ensaios Tecnológicos (Detec), do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), receberam acreditação do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro).

Para o diretor-presidente do Tecpar, Luiz Fernando de Oliveira Ribas, esse é mais um passo rumo à melhoria da qualidade dos procedimentos, que visam, entre outros objetivos, levar à sociedade brasileira produtos e serviços confiáveis

Fonte: Gestão CT

FNDE: estabelecidas as diretrizes para o Prêmio Professores do Brasil

Foi publicado no Diário Oficial da União, no dia 26 de novembro, a resolução nº 32 do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), estabelecendo orientações e diretrizes para a realização do Prêmio Professores do Brasil.

O objetivo da premiação é reconhecer o mérito de professores da educação básica, dos estabelecimentos escolares dos sistemas de educação públicos, e das instituições educacionais comunitárias, filantrópicas e confessionais, pela contribuição dada aos avanços da educação no país, por meio de experiências pedagógicas bem sucedidas.

A descrição dos trabalhos realizados deverá ser enviada para avaliação por meio de relato escrito sobre a experiência em sala de aula, acompanhado de materiais como fotografias, produção dos estudantes, vídeos, entre outros.

Serão premiados até 40 professores, sendo no máximo dez em cada uma das seguintes categorias: educação infantil; séries/anos iniciais do ensino fundamental; séries/anos finais do ensino fundamental; e ensino médio. Os vencedores receberão prêmio em dinheiro, troféu e certificado.

Fonte: Gestão CT

MCT: Portaria dispõe sobre processo de seleção de monitores-bolsistas de telecentros

O secretário executivo do MCT, Luis Antonio Rodrigues Elias, e o presidente do CNPq, Carlos Alberto Aragão, assinaram a portaria nº 22, de 23 de novembro, que dispõe sobre o processo de seleção de monitores-bolsistas no âmbito do Programa Nacional de Apoio à Inclusão Digital nas Comunidades - Telecentros BR( SIATC).

O valor das bolsas varia de R$ 241 a R$ 483. Os bolsistas devem atender aos seguintes requisitos: ter entre 16 e 29 anos e ser morador da comunidade onde se localiza o telecentro; possuir o ensino médio completo ou estar cursando o ensino fundamental ou médio; não estar vinculado ao mercado de trabalho, entre outros.

A seleção de bolsistas será realizada mediante chamada pública. Tanto os coordenadores de bolsa como os bolsistas devem cadastrar seus respectivos currículos na Plataforma Lattes, no endereço http://lattes.cnpq.br/.

Fonte: Gestão CT

Prêmio Finep: Cesar vence na categoria Instituição de Ciência e Tecnologia

O Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife (Cesar) foi o vencedor nacional do Prêmio Finep de Inovação Tecnológica na categoria Instituição de Ciência e Tecnologia. Para o superintendente do centro, Sergio Cavalcante, a vitória é um reconhecimento de que a instituição está sempre buscando projetos desafiadores que levam inovação para a sociedade.

“É a materialização de um empreendimento inovador e de sucesso, agora reconhecido nacionalmente”, disse. No julgamento, o Cesar foi submetido a critérios como capacidade inovativa, resultados e impactos econômicos, ambientais e sociais dos projetos desenvolvidos e parceria com o setor produtivo e entidades do sistema de ciência e tecnologia. O prêmio será de R$ 1 milhão para aplicar em projetos de subvenção.
(Com informações do Cesar) 

Fonte: Gestão CT

Portaria 977: simplificada a importação de bens destinados à pesquisa científica e tecnológica

Os ministros da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende, e da Fazenda, Guido Mantega, assinaram a portaria interministerial nº 977, de 24 de novembro, que dispõe sobre a simplificação de procedimentos para a importação de bens destinados à pesquisa científica e tecnológica.

De acordo com o texto, compete ao CNPq editar normas relativas ao credenciamento, além de estabelecer critérios de distribuição da cota global anual de importações, conforme a lei nº 8.010, de 29 de março de 1990.

Cabe ainda ao conselho, realizar diligências junto aos importadores para verificar a adequação dos bens importados às finalidades previstas na mesma lei, bem como sua correta utilização.

O importador ficará obrigado a prestar as informações exigidas para a realização dos trabalhos. O resultado das diligências servirá para emissão de certificado de regularidade ou cancelamento de credenciamento perante o CNPq. Os cancelamentos serão informados à Secretaria da Receita Federal.

Fonte: Gestão CT

Simpósio de Avaliação dos Impactos da Lei de Informática na Indústria e do Cenário Atual do Setor de Tecnologia da Informação

Simpósio debate dez anos da Lei de Informática
Foi realizado nesta segunda-feira (29), em Brasília (DF), o Simpósio de Avaliação dos Impactos da Lei de Informática na Indústria e do Cenário Atual do Setor de Tecnologia da Informação. O evento teve como objetivo fazer um balanço dos dez anos da Lei de Informática.

Entre as sugestões apresentadas pelos empresários, representantes de instituições de fomento à pesquisa e desenvolvimento (P&D) e do governo federal, está a participação mais efetiva das pesquisas desenvolvidas pelas empresas no desenvolvimento do país.

De acordo com o secretário de Políticas de Informática do MCT, Augusto César Gadelha Vieira, a ideia, a princípio, não é modificar a lei, mas identificar os avanços obtidos, os gargalos e as possíveis soluções. “Isso tudo irá compor um documento que servirá de subsídios para uma possível modificação ou não da lei. Quem sabe até na criação de mecanismos auxiliares. Vai depender da compilação de toda contribuição colhida no evento”.

Para Vieira, a lei se tornou um instrumento importante para a consolidação do setor industrial brasileiro. Segundo ele, o benefício que ela proporciona não é apenas do retorno em investimento em P&D por parte das empresas, mas também na geração de empregos e qualificação de recursos humanos. O secretário acredita que a lei é um forte atrativo para empresas estrangeiras que têm seus centros de pesquisas montados no Brasil.

A Lei de Informática concede atualmente uma diminuição no Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) na ordem de R$ 3 bilhões por ano. Em contrapartida exige que a empresa beneficiada invista pelo menos cerca de 3% em P&D. Com isso, são investidos anualmente R$ 600 milhões.(Com informações do MCT) 

Fonte:Gestão CT

Fapeam: saem resultados do Parev e RH-Interinstitucional

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) divulgou o resultado do edital 16/2009, no âmbito do Programa de Apoio à Realização de Eventos Científicos e Tecnológicos no Estado do Amazonas (Parev). Foram selecionadas 13 propostas que somam investimentos da ordem de R$ 220 mil.

As instituições contempladas foram: Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia (Sect), Associação Amazonense de Pneumologia e Cirurgia Torácica, Centro Universitário do Norte (Uninorte), e Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

O objetivo é apoiar a realização de eventos regionais, nacionais e internacionais sediados no Amazonas, relacionados à ciência, tecnologia e inovação, como congressos, simpósios, workshops, seminários, palestras, conferências e oficinas de trabalho.

RH-Interinstitucional
A Fapeam também divulgou o resultado do edital no âmbito do Programa de Apoio à Formação de Recursos Humanos Pós-Graduados do Estado do Amazonas (RH-Interinstitucional). Três pesquisadores foram contemplados.

Será destinado o montante de R$ 67,9 mil para o pagamento de bolsas de mestrado e doutorado e auxílio com deslocamento e instalação, para que os pesquisadores realizem estágio obrigatório nas instituições promotoras de programas de pós-graduação.