domingo, 8 de agosto de 2010

CNPq: inscrições abertas para o ProAfrica

O CNPq está com as inscrições abertas para o edital 16/2010 - Programa de Cooperação em Ciência, Tecnologia e Inovação com Países da África (ProAfrica). A data limite para a submissão das propostas é 15 de setembro. A chamada visa selecionar propostas a fim de apoiar a realização de atividades de cooperação internacional em CT&I entre pesquisadores brasileiros e africanos.

Os projetos devem atender, preferencialmente, as seguintes áreas do conhecimento: desenvolvimento de recursos humanos e difusão científica; saúde – doenças infecto contagiosas: HIV, malária, doença do sono, tuberculose; agropecuária – alimentos, fibras, biocombustíveis; estudos comparativos sobre sociedades brasileira e africana; e sensoriamento remoto e comunicação.

As propostas serão financiadas com recursos da ordem de R$ 1 milhão, oriundos dos Fundos SetoriaisAção Transversal do MCT. O valor máximo, por proposta, será de R$ 40 mil para projetos de visitas exploratórias e o mesmo valor para projetos de eventos; e R$ 100 mil para projetos conjuntos de CT&I.

O proponente deve ser brasileiro ou estrangeiro com visto permanente e residente no Brasil, além de possuir título de doutor e ter seu currículo cadastrado na Plataforma Lattes. O pesquisador aposentado também poderá apresentar proposta, desde que mantenha atividade acadêmico-científica oficialmente vinculada a instituições de pesquisa e ensino.

Fonte: Gestão CT

Finep: R$ 60 milhões para ampliação de infraestrutura de universidades privadas

A Finep disponibilizou R$ 60 milhões para apoiar projetos voltados à ampliação de infraestrutura de pesquisa científica e tecnológica de universidades privadas. A submissão das propostas para o edital 7/2010 pode ser feita até 21 de setembro. Os recursos não reembolsáveis são oriundos do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT).

Podem participar instituições sem fins lucrativos que tenham, no mínimo, três anos de criação e pelo menos um curso de doutorado reconhecido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Cada instituição poderá participar como executora em apenas uma proposta, que deve conter um diagnóstico institucional que identifique as vocações e competências da entidade, sua disponibilidade de recursos humanos e sua inserção no contexto de C&T, em consonância com os desafios da sociedade brasileira.

De acordo com edital, pelo menos 30% do total dos recursos deverão ser aplicados nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste e nas regiões de abrangência da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) e da Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam).

O valor total solicitado em cada proposta deverá ter como referência o número de cursos de doutorado da universidade. Cada curso dá direito a uma solicitação de apoio nos valores de R$ 1 milhão a R$ 10 milhões. O prazo de execução do projeto deverá ser de até 36 meses, podendo ser prorrogado a critério da Finep. A divulgação dos resultados será a partir de 17 de novembro.

Fonte: Gestão CT

Finep: edital nas áreas de construção naval e transporte aquaviário

Selecionar propostas para apoio financeiro nas áreas de construção naval e de navegação, instalações portuárias, produtos e processos fabris a elas relacionados, a serem executados por instituições organizadas em redes. Este é o objetivo do edital 2/2010, lançado pela Finep. As inscrições podem ser feitas até 2 de setembro.

Os investimentos somam R$ 14,5 milhões, não reembolsáveis, provenientes do FNDCT/CT-Aquaviário. Podem se candidatar instituições científicas e tecnológicas (ICTs), públicas ou privadas sem fins lucrativos, aptas ao desenvolvimento de pesquisa inovadora nas áreas definidas.

O edital contempla os seguintes temas: construção naval, englobando tecnologia de embarcações e sistemas produtivos; e transporte aquaviário, que contempla sistemas logísticos marítimos e fluviais, desenvolvimento de tecnologias de transposição de barragens, segurança do transporte aquaviário, entre outros.

Fonte: Gestão CT

CNPq: Chamada para intercâmbio científico entre países de língua portuguesa

O CNPq lançou nesta semana um edital para estimular a cooperação científica e tecnológica entre os países de língua portuguesa. Trata-se da chamada 37/2010, que investirá recursos da ordem de R$ 800 mil, oriundos dos fundos setoriais. A submissão das propostas pode ser feita até o dia 15 de setembro.

O objetivo é selecionar projetos nas áreas de sociologia, ciência política e antropologia para a realização de atividades de cooperação internacional em CT&I entre o Brasil, Portugal, Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe e Timor Leste. A ideia é selecionar projetos que possam ser desenvolvidos, de forma conjunta, entre instituições de pesquisa, ou pesquisadores brasileiros e dos países envolvidos.

Pode participar brasileiro ou estrangeiro com visto permanente e residente no Brasil. O proponente também deve possuir o título de doutor e ter currículo cadastrado na Plataforma Lattes. As inscrições deverão ser feitas exclusivamente por meio eletrônico, a partir do formulário de propostas online, disponível na Plataforma Carlos Chagas.

Fonte: Gestão CT

Pós-Doutorado: Programa Nacional de tem novo calendário

O CNPq divulgou o novo calendário do Programa Nacional de Pós-Doutorado (PNPD). Foi prorrogado para o dia 17 de agosto o prazo de submissão de propostas. Já a divulgação do resultado foi remarcada para o dia 21 de setembro e o início da contratação das propostas selecionadas passou para o início de outubro.

O objetivo principal da iniciativa é apoiar projetos de pesquisa em CT&I, com a seleção de propostas que visem à absorção temporária de jovens doutores com relativa experiência em PD&I, para atuarem em projetos de pesquisa e desenvolvimento em áreas estratégicas. O investimento total no programa é da ordem de R$ 41 milhões, sendo R$ 19 milhões oriundos do CNPq, R$ 14,2 milhões da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e R$ 8 milhões do MCT.

O edital prevê também que os projetos selecionados recebam recursos de outras fontes, tais como as Fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs), empresas, institutos de pesquisa, entre outros.

Podem participar pesquisadores que possuam título de doutor e vínculo formal com empresas, bem como aqueles que possuam bolsa de produtividade em pesquisa ou em desenvolvimento tecnológico e extensão inovadora. São elegíveis, ainda, coordenadores de programas de pós-graduação de instituições de ensino superior ou de programa de pós-graduação de centros e institutos de pesquisa e desenvolvimento, públicos ou privados, recomendados pela Capes.

Fonte: Gestão CT

Finep: convite à Oepas para apresentarem propostas de PD&I

A Finep lançou a carta convite 8/2010 para apresentação de proposta para apoio a projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I), voltado a sistemas de produção, das Organizações Estaduais de Pesquisa Agropecuária (Oepas). A data final para envio eletrônico dos projetos é 16 de setembro.

O objetivo é selecionar propostas de Oepas voltadas à execução de projetos de pesquisa agropecuária e desenvolvimento tecnológico em consonância com as oportunidades e demandas das cadeias produtivas que necessitem de suporte tecnológico.

Serão comprometidos recursos não reembolsáveis no valor de até R$ 26 milhões, oriundos do FNDCT/Fundos Setoriais. Cada organização deverá apresentar, no máximo, uma proposta como instituição executora.

Fonte:Gestão CT