sexta-feira, 9 de julho de 2010

Prêmio Vivaleitura 2010: inscrições prorrogadas

As inscrições para concorrer ao 5º Prêmio Vivaleitura 2010, que terminariam no dia 2 de julho, foram prorrogadas e agora seguem até o dia 2 de agosto. Serão premiadas três iniciativas no valor de R$ 30 mil cada.

Serão premiadas as melhores experiências nas categorias bibliotecas públicas, privadas e comunitárias; escolas públicas, privadas e ONGs; pessoas físicas; instituições de educação superior; instituições sociais; empresas públicas e privadas. Há também a possibilidade de menção honrosa na categoria sociedade.

Podem participar as iniciativas iniciadas antes de 2009 que possam ser comprovadas e que estejam em curso no momento de sua inscrição. Podem também concorrer experiências realizadas e concluídas entre janeiro de 2008 e julho de 2010. Experiências de caráter permanente devem apresentar indicadores de resultados.

A Vivaleitura é promovida pelos Ministérios da Educação e Cultura e tem o objetivo de estimular, fomentar e reconhecer as melhores experiências que promovam a leitura. A coordenação do prêmio é da Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação e a Ciência e a Cultura (OEI), e o patrocínio da Fundação Santillana, entidade espanhola que tem escritório no Brasil.

Fonte:Gestão CT

Capes: projetos conjuntos de pesquisa com a Espanha

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) lançou edital para seleção de projetos que viabilizem o intercâmbio científico entre instituições de ensino superior (IES) do Brasil e da Espanha. O objetivo da ação é formar recursos humanos de alto nível nos dois países. As inscrições estão abertas até o dia 16 de agosto.

Serão selecionados projetos conjuntos de pesquisa nas áreas de ciências econômicas, educação, matemática, ciências biológicas, meio ambiente, ciências do mar, tecnologia, tecnologia de alimentos, química, psicologia, agricultura e o controle de pragas, e ciências do esporte. Também serão financiadas propostas de seminários, workshops e outras atividades binacionais que viabilizem o encontro de grupos de pesquisa para a elaboração de projetos conjuntos.

A concessão inicial de financiamento dos projetos será de dois anos, com possibilidade de prorrogação. Os seminários terão financiamento no prazo de até um ano. O valor das bolsas é variável, mas pode chegar até 3 mil euros mensais por docente nos períodos de missão de trabalho. Também são oferecidas bolsas no valor de 1,3 mil euros para doutorado sanduíche e 2,1 mil euros para pós-doutorado.

A divulgação dos resultados está prevista para novembro deste ano e o início das atividades e liberação dos recursos estão marcados para março de 2011. Mais informações podem ser solicitadas pelo e-mail .

O edital está disponível neste link.

Fonte: Gestão CT

Plataforma África-Brasil : Inscrições terminam na próxima semana

Termina na próxima quinta-feira (15) o prazo de inscrição para a Plataforma África-Brasil de Inovação Tecnológica. A iniciativa apoiará projetos que contemplem tecnologias para aumentar a produtividade; melhoramento no manejo de recursos naturais; fortalecimento de políticas, instituições, mercados e manejo do conhecimento e tecnologias direcionadas para pequenos agricultores; e alívio da pobreza.

Coordenado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e pelo Fórum para a Pesquisa Agrícola na África (Fara), o projeto tem por meta impulsionar a produtividade agrícola na África e fomentar parcerias entre governos, institutos de pesquisa e empresas ligadas ao agronegócio das duas regiões. Podem participar pesquisadores brasileiros da Embrapa e africanos vinculados a instituições de agricultura do continente. As inscrições serão realizadas por meio eletrônico, pelo site www.africa-brasil.org. (Com informações da Embrapa)

Fonte: Gestão CT

Unila: Universidade Latino-Americana disponibiliza 150 vagas pelo Enem

A Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila), instituição com sede em Foz do Iguaçu (PR), oferece 150 vagas para os estudantes que tenham feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2009. As inscrições estão abertas e seguem até o dia 16. O formulário está disponível na página www.unila.edu.br.

Cada curso oferecido pela universidade tem 50 vagas, das quais 25 são para brasileiros e 25 distribuídas para alunos argentinos, uruguaios e paraguaios. Os cursos são de ciências biológicas - ecologia e biodiversidade; relações internacionais e integração; economia, integração e desenvolvimento; sociedade, estado e política na América Latina; engenharia ambiental e energias renováveis; e engenharia civil de infraestrutura.

O reitor pro tempore da Unila, Hélgio Trindade, afirmou que até segunda-feira (5), a instituição recebeu 1,2 mil inscrições e, segundo ele, o número deve dobrar até o final do prazo. A maior procura é de estudantes das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, mas há também inscritos do Nordeste e Norte.

De acordo com informações do Ministério da Educação (MEC), em 2011, a Unila oferecerá 1,7 mil vagas em 19 novos cursos. A seleção de alunos brasileiros será feita com as notas do Enem 2010 pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do MEC.

Fonte: Gestão CT

Novos mecanismos para alavancar a inovação nas empresas

A Anpei (Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras) entregou ao MCT (Ministério da Ciência e Tecnologia) um documento com sugestões para implantação de novos mecanismos para alavancar a inovação nas empresas do setor privado.

Segundo a entidade, a participação desse setor em investimentos realizados em inovação está estagnada em 47% nos últimos seis anos. Já em países da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico, esse índice atinge em média 62%.

“Esse número é um alerta, porque, sem inovação, não há competitividade nem modernização sustentável dos parques industriais, resultado em prejuízo à economia e, principalmente, a toda sociedade”, afirma o presidente da Anpei, Carlos Calmanovici.

Propostas
O documento elaborado pela Anpei enfatiza as conclusões resultantes de uma dinâmica de trabalho com a contribuição de mais de 500 participantes, dentre eles, empresários e gestores de departamentos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação, representantes de universidades, instituições científicas e tecnológicas e órgãos governamentais.

Uma das questões abordadas é sobre incentivos nacionais, estaduais e municipais para fomento à inovação, entre as quais, a expansão dos mecanismos atuais, com critérios mais abrangentes de inovação e a criação de novas linhas de apoio e fomento para o desenvolvimento e o fortalecimento da capacitação técnica, gerencial e executiva das empresas.

Também fazem parte do documento a concessão de melhores condições aos fomentos, além de incentivos, políticas e taxas de juros para as empresas que se comprometerem a contratar, de forma mais ampla, recursos voltados para a inovação e investirem inclusive na capacitação técnica de seus funcionários.

Criação de fóruns
Outra sugestão é a criação de Fóruns Permanentes de Incentivos à Inovação, com a participação de órgãos responsáveis pelas políticas públicas de fomento ao empreendedorismo. Esses fóruns teriam como objetivo dar dinamismo às legislações, às regulamentações e às políticas públicas relacionadas à Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação. O documento propõe ainda ações para integração de universidades, empresas e governo.(Infomoney)

Acesse o documento base elaborado na X Conferência Anpei pelo site.

Fonte: Cimm

Miniobservatório Astronômico do INPE abre inscrições para agendamento de observações

De lentes abertas
O Miniobservatório Astronômico do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) abriu inscrições para o agendamento de observações presenciais e remotas para o segundo semestre de 2010.

Voltadas a estudantes brasileiros de todos os níveis, essas atividades fazem parte do projeto Telescópios na Escola (TnE) coordenado pelo Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) da Universidade de São Paulo (USP) e conduzido com outras instituições.

Nas sessões remotas as visualizações do céu noturno são feitas nas próprias escolas, por meio da internet. Um sistema computacional permite o direcionamento do telescópio às áreas do céu de interesse dos observadores, que ainda podem captar as imagens digitais dos corpos celestes como se estivessem ao lado do equipamento do Inpe, em São José dos Campos.

Para operar o sistema não é necessário conhecimento avançado de astronomia ou informática. Projetado de maneira didática, o programa apresenta um céu virtual que mostra as áreas a serem escolhidas para observação.

As sessões a distância serão realizadas nos meses de agosto e setembro, sempre às quintas-feiras, das 19h30 às 21h30, e contam com o acompanhamento de um pesquisador ou pós-graduando do Inpe na área de astrofísica.

Para as observações presenciais, os grupos escolares devem ter no máximo 20 pessoas. As sessões serão às quartas-feiras, das 19h às 21h, também nos meses de agosto e setembro. A visita terá o acompanhamento de um pesquisador em astrofísica do Inpe que ministrará uma palestra sobre um tema da astronomia.

Para o mês de outubro estão programadas sessões diurnas de observação do Sol. Serão às quartas-feiras, das 14h às 15h.

As inscrições para as observações presenciais poderão ser feitas pelo telefone (12) 3208-7200.

As observações remotas devem ser agendadas pelo formulário eletrônico

Fonte: Agência FAPESP

Metrologia: Turquia e Brasil firmam acordo

O Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) firmou parceria com o instituto turco Tubitak – UME para fortalecer o desenvolvimento de pesquisas científicas e tecnológicas no campo da metrologia. A proposta do acordo é promover o intercâmbio de conhecimentos nesta área, com a elaboração de regulamentos técnicos, normas e avaliação da conformidade em setores de interesse mútuo.

As atividades são realizadas nas áreas de assistência técnica e consulta; condução de projetos de pesquisa conjuntos; intercâmbio de pesquisadores convidados; intercâmbio de informação técnica, dados de referência, materiais e publicações; participação em seminários, workshops e cursos de capacitação nos laboratórios das partes.(Com informações do Inmetro)

Fonte: Gestão CT

Secretaria de C&T do Tocantins lança programa de apoio a pós-graduação

A Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado do Tocantins (TENOLOGIA.TO) lançou edital no âmbito do Programa de Apoio à Pós-Graduação Stricto Sensu. O prazo de inscrições vai de 9 a 24 de agosto.

Serão oferecidas 16 bolsas de estudos de mestrado e 14 bolsas de doutorado em diversas áreas do conhecimento, como ciências exatas e da terra e engenharias, ciências biológicas, ciências agrárias, ciências da saúde, entre outras.

Podem se candidatar alunos de mestrado e doutorado que não estejam em exercício na administração pública, órgão estadual ou municipal no Tocantins. Também não serão aceitas propostas dos que já recebem bolsa ou auxílio em qualquer modalidade de financiamento.

O valor das bolsas vai de R$ 800 a R$ 3,5 mil, e a duração é de até 12 meses para alunos de mestrado e de até 24 meses para alunos de doutorado. As inscrições podem ser feitas na Diretoria de Educação Profissional, na sede da Secretaria de Ciência e Tecnologia, que fica na Av. Teotônio Segurado, 401 Sul, Cj. 01. lote 17, 2º e 3º andares, em Palmas (TO).

O edital está disponível neste link.

Fonte: Gestão CT

CNPq apóia projetos em aqüicultura com investimento de R$ 10 milhões

O CNPq está recebendo propostas no âmbito do edital MCT/CNPq/CT-Hidro/MPA nº 18/2010. As inscrições podem ser feitas até 19 de agosto. A chamada prevê recursos da ordem de R$ 10 milhões, sendo R$ 6 milhões do Fundo Setorial de Recursos Hídricos, e R$ 4 milhões do Ministério da Pesca e Aqüicultura (MPA).

O objetivo é apoiar projetos de pesquisa científica e tecnológica que contribuam para o ordenamento sustentável da aquicultura em águas sob o domínio da União, com vistas à expansão sustentável da produção nacional de pescado, com mínimo impacto da atividade na qualidade da água.

O edital visa apoiar, prioritariamente, projetos que apresentem os seguintes critérios: testar e validar modelos de capacidade de suporte que atendam aos distintos aspectos funcionais de ambientes aquáticos artificiais e naturais, tais como represas, açudes, lagos, igarapés, ambientes costeiros e marinhos, entre outros.

O proponente deve possuir o título de doutor e ser atuante na área de aquicultura ou em outras áreas afins, além de ter seu currículo cadastrado na Plataforma Lattes, e ainda vínculo celetista ou estatutário com a instituição de execução do projeto.

Fonte: Gestão CT

Capes: aprovado novo regulamento do Prodoutoral

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) publicou, nesta segunda-feira (5), no Diário Oficial da União (PORTARIA No- 140, DE 1o- DE JULHO DE 2010), o novo regulamento do Programa de Formação Doutoral Docente (Prodoutoral).

As alterações abrangem a inclusão do inciso VI do artigo 12, que trata das responsabilidades das Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes) de origem, e dos incisos III, VIII, IX e do parágrafo único do artigo 15, que aborda os requisitos que os docentes devem ter para a realização de credenciamento. O novo regulamento revoga o anterior, de 2008.

O programa foi criado para promover, em nível de doutorado, a qualificação dos docentes das Ifes, com o intuito de formar novos grupos de pesquisa em áreas estratégicas e prioritárias. Também objetiva consolidar grupos já existentes e fomentar a cooperação acadêmica, além de criar programas de pós-graduação e consolidar iniciativas já existentes.

Entre os motivos que levaram à criação da iniciativa, destaca-se a necessidade da formação doutoral em situações de assimetrias inter-regionais e intra-regionais e das áreas do conhecimento. Por ser um programa voltado para áreas estratégicas, ele atende não só as demandas institucionais e regionais de cada instituição envolvida, como também as solicitações nacionais, direcionadas no Plano Nacional da Pós-Graduação.

Fonte: Gestão CT

3º Seminário Internacional História & Energia

Seminário reúne especialistas em história do setor energético

A Fundação Energia e Saneamento, em parceria com a USP e com a Universidade Estadual Paulista (Unesp), realiza de 1o a 4 de setembro o terceiro Seminário Internacional História & Energia. O evento tem o objetivo de debater e trazer experiências nacionais e internacionais por meio de uma série de conferências e mesas-redondas, abordando vários aspectos mais específicos em torno de quatro eixos temáticos: História, Arquivologia, Cultura Material e Documentação. Entre os convidados estarão presentes pesquisadores de Museu Paulista (MP), Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE), Escola de Comunicações e Artes (ECA) e Instituto de Eletrotécnica e Energia (IEE), da USP.

O seminário vai ocorrer no Hotel Golden Tulip Belas Artes, que fica na rua Frei Caneca, 1199, Jardins, São Paulo. A inscrição, gratuita, pode ser feita no site do evento, onde também está disponível a programação completa.

Fonte: USP online

3º GeoPantanal recebe artigos sobre o bioma até o final deste mês

Profissionais que trabalham com temas relacionados ao bioma Pantanal têm até o dia 30 de julho para enviar as propostas que serão divulgadas durante o 3º GeoPantanal. Coordenado pela Embrapa Informática Agropecuária, o simpósio será realizado de 18 a 20 de outubro, em Cuiabá (MT), e a programação inclui mesas-redondas e palestras de especialistas nacionais e estrangeiros.

Poderão submeter propostas pesquisadores, estudantes, professores e demais profissionais que atuam com temas sobre a avaliação e aplicação de dados de sistemas sensores e geotecnologias em estudos do Pantanal e sua bacia hidrográfica, além de projetos desenvolvidos em áreas úmidas semelhantes a este bioma e para pesquisas de desenvolvimento metodológico que possam ser aplicadas ao Pantanal.

Os artigos deverão ser submetidos em versão completa, com até dez páginas, seguindo as instruções contidas no site . Os critérios para seleção englobam a originalidade, a pertinência do tema, o rigor científico, a clareza e a qualidade da apresentação. Os trabalhos aprovados poderão ser apresentados em sessão oral, no idioma português ou espanhol, ou na sessão de painéis. (Com informações da Embrapa)

Fonte: Gestão CT

2º Workshop Internacional Energia Nuclear, Meio Ambiente e Segurança

O 2º Workshop Internacional Energia Nuclear, Meio Ambiente e Segurança (Enumas 2010) será realizado nos dias 19 e 20 de agosto na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). O tema será “Oportunidades em atividades nucleares no Brasil: medicina, agricultura e indústria”.

Entre os participantes programados estão: Afonso Aquino (Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares/Conselho Nacional de Energia Nuclear (Ipen/CNEN), Julio Hadler (Unicamp), José Bressiani (Ipen/CNEN), Antonio Vargas Figueira (Universidade de São Paulo-USP), Suleman Surti (PEN - Universidade da Pensilvânia, Estados Unidos) e Carlos Buchipguel (USP).

O encontro será organizado em eixos temáticos como “Pesquisa e desenvolvimento da energia nuclear no Brasil”, “Energia nuclear no contexto mundial”, “Ciclo do combustível – salvaguardas e proliferação”, “Energia nuclear e meio ambiente” e ‘Energias alternativas: sinergias politicamente corretas”.

Fonte: Agência FAPESP

62ª Reunião Anual da SBPC

A 62ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) será realizada entre os dias 25 e 30 de julho e terá como tema central “Ciências do mar: herança para o futuro”.

Realizada desde 1948, a Reunião Anual da SBPC é um dos maiores eventos científicos na América Latina e conta com a participação de pesquisadores, estudantes, autoridades, gestores do sistema nacional de ciência e tecnologia e representantes de sociedades científicas.

Além de ser um importante fórum de debate sobre política científica, o evento também é um meio de difusão dos avanços da ciência em diversas áreas do conhecimento.

Com um programa diversificado, o encontro deste ano traz conferências com temas diversos como “A construção naval no Brasil”, “O papel cognitivo do sono e dos sonhos”, “Mar e defesa”, “A política nacional de defesa e a ciência e tecnologia”, “Deslizamentos submarinos e tsunamis”, “Exoplanetologia”, “Adaptabilidade biológica em tempos de mudanças climáticas”, “Mulheres e ciência” e vários outros.

A SBPC ainda promove durante o encontro oficinas e minicursos voltados a estudantes de ensino básico e técnico na SBPC Jovem.

Fonte: Agência FAPESP

Fapes: mutirão agiliza análise de processos

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo (Fapes) reuniu, durante três dias, as Câmaras de Assessoramento para avaliarem 314 processos que aguardavam resposta da fundação. Foram examinadas as propostas referentes aos editais Bacia do Rio Doce; Projetos Estratégicos; Programa de Capacitação RH Pós-Graduação Stricto Sensu (Procap); além de relatórios técnicos finais de projetos de diversos editais e projetos de demandas espontâneas.

Do total de processos, 127 foram na área de ciências humanas e sociais; 166 de engenharia e ciências exatas e da terra; 59 de ciências agrárias; 37 de ciências da saúde e 41 de ciências da vida. Segundo informações da fundação, as câmaras vão se reunir novamente para fazer uma análise crítica do processo de avaliação, com o intuito de melhorar as etapas de funcionamento (Com informações da Fapes)

Fonte:Gestão CT

5º Seminário Internacional de Direito e Saúde

O 5º Seminário Internacional de Direito e Saúde será realizado nos dias 27 e 28 de julho, no Rio de Janeiro. O encontro é promovido pelo Grupo Direitos Humanos e Saúde Helena Besserman (Dhis) da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Serão quatro mesas de trabalho que abordarão questões que vão desde a discussão entre saúde, justiça e democracia até os valores universais que envolvem a democracia e justiça e as tecnologias sociais de direito e cidadania.

A conferência de abertura contará com a presença de Boaventura de Souza Santos, diretor do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (CES - Portugal), que na ocasião lançará o livro Epistemologias do Sul.

As inscrições estão abertas até o dia do evento e podem ser realizadas pelo e-mail

Fonte: Agência FAPESP

4º Simpósio de Neurociências - desafios sem fronteiras

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) realizará, de 2 a 4 de setembro, o 4º Simpósio de Neurociências: desafios sem fronteiras, em Belo Horizonte (MG).

O evento é organizado pelo Programa de Pós-Graduação em Neurociências da universidade e pretende discutir diversos temas relacionados à área e subáreas.

Estão programados cursos, mesas-redondas, palestras e apresentação de trabalhos. “Caracterização experimental de comorbidades neurológicas, neuropsicológicas e neuropsiquiátricas” será o tema da palestra de Norberto Garcia Cairasco, da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP).

“Avanços das neurociências e desafios da educação” será uma das mesas-redondas que reunirá vários pesquisadores e será coordenada por Sérgio Dias Cirino, da Faculdade de Educação da UFMG (FAE).

“Neurociências e agentes artificiais”, “As várias dimensões do transtorno bipolar” e “Neuropsicofarmacologia” serão alguns do temas do encontro.

Fonte:Agência FAPESP

Capes e NIH: edital de fomento a pesquisas na área médica e biomédica

Pesquisas na área médica e biomédica são contempladas em nova chamada

Estão abertas até o dia 18 de agosto as inscrições para o programa Capes/NIH, uma parceria entre a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e a National Institutes of Health (NIH), cuja finalidade é fomentar a pesquisa médica e biomédica, mediante colaboração em áreas de excelência mútuas.

Um dos objetivos é incentivar a mobilidade dos estudantes e proporcionar a jovens pesquisadores acesso a um elevado nível de formação científica e o prosseguimento de uma carreira independente de pesquisa.

O programa consiste de duas fases, sendo a primeira de dois a três anos de pós-doutorado/treinamento para o desenvolvimento de carreira no NIH, e a segunda fase compreende dois a três anos de pesquisa ou atuação junto ao corpo docente de uma universidade ou instituto de pesquisa no Brasil.

Os candidatos que desejarem inscrever-se devem cumprir com os seguintes requisitos: possuir diploma de doutorado de uma instituição reconhecida pela Capes; o grau de doutorado deve ter sido obtido há pelo menos cinco anos; e ter o projeto de pesquisa aceito por um dos institutos do NIH.

A Capes irá conceder bolsa no valor de US$ 2,1 mil mensais, durante a fase 1, e bolsa de pós-doutorado no Brasil, no valor de R$ 3,3 mil para cada pesquisador que retorna ao país por um período mínimo de dois anos em uma universidade ou instituto de pesquisa que concorde em participar do programa.

Fonte: Gestão CT