quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

CNPq lança Rede Malária

No próximo mês (março), o CNPq deverá lançar a Rede de Pesquisa em Malária no país. No dia 3, o conselho realizou, em sua sede, em Brasília (DF), uma reunião da Comissão Executiva responsável pela elaboração e implementação da iniciativa.

"O CNPq em cooperação com sete fundações de amparo à pesquisa (FAPs) do país vai promover um edital conjunto para pesquisa focalizada em malária. Isto incluirá tanto a parte de pesquisa básica, centrada no parasita da malária, no hospedeiro - o homem -, e no vetor - o inseto, quanto pesquisa aplicada, nos aspectos clínicos da doença", afirma o presidente do CNPq, Marco Antonio Zago.

De acordo com informações divulgadas pelo conselho, o lançamento do edital para projetos em rede, nos sete Estados envolvidos, deve ocorrer em março, com recursos de R$ 15 milhões. "Foram definidos os parâmetros que farão parte desta chamada pública, isto é, os problemas que os cientistas serão chamados a resolver", lembra Zago.

A comissão conta com a participação de representantes do CNPq, do Ministério da Saúde e das FAPs do Amazonas (Fapeam), do Pará (Fapespa), Maranhão (Fapema), Minas Gerais (Fapemig), Mato Grosso (Fapemat), São Paulo (Fapesp) e Rio de Janeiro (Faperj).

Informações sobre o CNPq podem ser obtidas no site www.cnpq.br. A Fapeam, Fapespa, Fapema, Fapemig e Fapemat são associadas à ABIPTI. (Com informações do CNPq)

Fonte: Gestão CT

Alemanha promove o concurso "Green Talents – The International Forum for High Potentials in Green Technologies"

Alemanha procura os melhores “green talents” para intercâmbio
O Ministério da Educação e Pesquisa da Alemanha (BMBF) está promovendo o concurso “Green Talents – The International Forum for High Potentials in Green Technologies”. Se você é um jovem cientista que dedica suas pesquisas à busca e ao desenvolvimento de tecnologias ambientais sustentáveis, você pode estar a um passo de uma grande oportunidade para visitar o mais importante polo de tecnologia ambiental da Europa: a Alemanha.

Serão selecionados 15 jovens cientistas de todo o mundo para participar este ano de um programa de intercâmbio exclusivo na Alemanha. Será uma oportunidade única para jovens especialistas fazerem novos contatos e ampliarem suas redes de pesquisa. Durante uma semana, os selecionados irão viajar pela Alemanha. Eles terão a chance de se informar in locu sobre instituições e empresas alemãs. Nelas, poderão conversar individualmente com os interlocutores que desejarem e já planejar cooperações concretas.

Um diversificado programa cultural e um workshop com especialistas alemães, bem como um encontro com a patrona do concurso, a ministra da Educação e Pesquisa, Annette Schavan, serão outros pontos altos da estada na Alemanha.

Jovens cientistas de todo o mundo podem enviar suas candidaturas pela internet até 31 de maio de 2009. Um júri de alto nível, formado por cientistas alemães, decidirá quem participará desta iniciativa.

Mais informações: www.research-in-germany.de/greentalents