terça-feira, 26 de agosto de 2008

Estudantes brasileiros conquistam bronze na Olimpíada Internacional de Informática - IOI

Medalhas no Egito

O Brasil teve seu melhor desempenho na Olimpíada Internacional de Informática (IOI, na sigla em inglês) desde quando começou a participar da competição, em 1999.

Todos os quatro estudantes da equipe brasileira presentes em sua 19ª edição, realizada de 16 a 23 de agosto, na cidade do Cairo, no Egito, ganharam medalhas de bronze.

São eles: Ricardo Pereira, do Instituto de Matemática e Estatística (IME) da Universidade de São Paulo (USP); Pedro Bezerra da Silva, do Colégio Instituto de Tecnologia ORT, no Rio de Janeiro; Marcelo Póvoa, do Instituto de Computação (IC) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp); e Gabriel Dallalio, do Colégio Poliedro, em São José dos Campos (SP).

A equipe foi selecionada entre os melhores colocados da Olimpíada Brasileira de Informática (OBI), organizada por centenas de professores em todo o país e promovida pela Sociedade Brasileira de Computação (SBC) e Fundação Carlos Chagas.

“Esse foi o desempenho mais consistente dos brasileiros. Eles estavam muito bem preparados, ficando à frente de estudantes de outros países com mais tradição que o Brasil em olimpíadas científicas”, disse Ricardo Anido, coordenador da OBI e professor do Instituto de Computação da Unicamp.

Participaram da IOI 283 competidores de 73 países, com idade máxima de 19 anos. O objetivo da competição internacional, destinada a alunos do ensino médio ou que o tenham cursado no ano anterior, é estimular o interesse pela ciência da computação e informação tecnológica.

“Foram distribuídas, ao todo, aproximadamente 20 medalhas de ouro, 40 de prata e 70 de bronze. O nível técnico é muito elevado e isso pode ser medido pelo fato de, este ano, 60 alunos não terem pontuado”, aponta Anido. Na soma total, cada aluno pode fazer 600 pontos na disputa.

Para isso eles devem resolver seis questões em dois dias, em um período máximo de cinco horas por dia. As provas são feitas individualmente, cabendo aos competidores resolver os problemas computacionais propostos sem qualquer tipo de ajuda externa.

“Os estudantes têm que resolver em algumas horas o que muitos profissionais talvez demorem meses para resolver. Os quatro alunos brasileiros tiveram uma média de 150 pontos cada, uma pontuação muito boa considerando a complexidade dos problemas propostos”, comemora o professor.

“Esses problemas, extraídos de artigos publicados recentemente em revistas científicas internacionais, englobam áreas como técnicas de programação, algoritmos e estrutura de dados sofisticadas. Em uma das questões os alunos precisam desenvolver um software para cumprir uma determinada finalidade”, explicou Anido.

Mais informações sobre a Olimpíada Internacional de Informática:
www.ioinformatics.org/index.shtml

Fonte: Thiago Romero / Agência FAPESP

CNPq lança edital do programa "Casadinho"


Até o dia 9 de outubro, os interessados podem apresentar propostas no âmbito do edital MCT/CNPq/CT-Infra/CT-Petro/Ação Transversal IV Nº 16/2008 – “Casadinho.

O objetivo da chamada é promover o fortalecimento de grupos de pesquisa e a consolidação de programas de pós-graduação stricto sensu, por meio do apoio à cooperação inter- e/ou intra-regional entre grupos vinculados a programas de pós-graduação não consolidados de instituições públicas nacionais de ensino superior e de pesquisa das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, incluído o Estado do Espírito Santo, e grupos vinculados a programas consolidados de qualquer região do país, visando à implantação e recuperação da infra-estrutura de pesquisa, ao aumento na formação e capacitação de recursos humanos qualificados, à melhoria dos programas e a uma melhor distribuição regional dos núcleos de excelência em pesquisa no país.

Podem apresentar proposta pesquisador ou professor com vínculo empregatício/funcional com instituição pública de ensino superior ou de pesquisa nacional que esteja inserido em um grupo de pesquisa vinculado a um programa de pós-graduação não consolidado.

Neste edital, define-se como grupo de pesquisa uma equipe formada por, no mínimo, três pesquisadores doutores, vinculados a um mesmo programa de pós-graduação stricto sensu. O conceito de “grupo de pesquisa”, deste edital não se refere e não tem relação direta com os grupos de pesquisa cadastrados no Diretório dos Grupos de Pesquisa do CNPq.

Também pelo edital está definido como “não consolidado”, apto a concorrer, o programa de pós-graduação stricto sensu de instituição pública de ensino superior ou de pesquisa nacional das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, incluído o Estado do Espírito Santo, com conceito 3 ou 4 obtido na última avaliação da Capes/MEC.

Define-se como “consolidado” o programa de pós-graduação stricto sensu de instituição de ensino superior ou de pesquisa nacional pública ou privada de qualquer região do país com conceito 6 ou 7, obtido na última avaliação da Capes.

Já os programas de pós-graduação stricto sensu com conceito 5, obtido na última avaliação da Capes, serão considerados “consolidados” quando não houver Programa com conceito 6 ou 7 na mesma área do conhecimento. Caso contrário, os programas com conceito 5 serão considerados “não consolidados”, estando aptos a concorrer apenas aqueles que estejam localizados nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, incluído o Estado do Espírito Santo.

O edital conta com recursos no valor global estimado de R$ 30 milhões, oriundos da ação transversal “IV”, dos fundos setoriais de Infra-Estrutura (CT-Infra) e de Petróleo e Gás (CT-Petro).

Informações adicionais podem ser obtidas pelo e-mail

Fonte: Gestão CT

Unesp desenvolve sistema on-line para participação da população no planejamento da mobilidade urbana - Planuts

Futuro sem engarrafamento
Tendo crescido sem um plano de mobilidade urbana, as grandes metrópoles sofrem hoje com o trânsito excessivo e com poucas alternativas de transporte público. Para evitar que as cidades médias tenham os mesmos problemas no futuro, pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Estadual Paulista (Unesp) desenvolveram um sistema on-line que permite a participação da população no processo decisório de planejamento da mobilidade urbana.

O Sistema de Suporte à Decisão Espacial para o Planejamento Urbano e de Transportes Integrado e Sustentável (Planuts) é resultado da pesquisa de doutorado de Renata Cardoso Magagnin, professora do Departamento de Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo da Unesp, em Bauru (SP).

A tese foi defendida no Departamento de Transportes da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP, com orientação de Antonio Nelson Rodrigues da Silva. O sistema, projetado para cidades de pequeno e médio porte, está sendo testado em Bauru (SP), que tem 350 mil habitantes.

“A idéia é fazer com que os processos decisórios fiquem mais próximos da realidade da população. Com a ferramenta, os planos de mobilidade poderão ser elaborados com base em avaliações feitas por especialistas e por moradores”, disse Renata.

O Planuts, segundo ela, poderá ser utilizado durante a fase de planejamento e desenvolvimento do plano diretor do município, servindo também, mais tarde, para a avaliação do plano implementado. A pesquisadora aponta que a ferramenta ajudará as cidades médias a se adequar à legislação.

“O Ministério das Cidades estabeleceu que todas as cidades com mais de 500 mil habitantes são obrigadas a ter um Plano Diretor de Mobilidade. E o Estatuto das Cidades também estimula a adoção de planos semelhantes por cidades com mais de 100 mil moradores”, afirmou.

A ferramenta permite que os moradores e especialistas avaliem os problemas, necessidades e prioridades da cidade em termos de mobilidade urbana, gerando uma série de indicadores que podem ser usados pelos gestores para traçar o planejamento.

“O sistema tem quatro módulos de avaliação da mobilidade: avaliação de categorias, escolha de indicadores, definição das prioridades e escolha dos cenários. No primeiro módulo são consideradas cinco categorias ligadas ao transporte: meio ambiente, infra-estrutura, planejamento, gestão e aspectos socioeconômicos”, disse Renata.

Planos diretores
A professora da Unesp explica que, para permitir a participação popular, o sistema foi construído com recursos de multimídia, incluindo textos, imagens e vídeos didáticos, que permitem a realização do processo de avaliação das categorias, temas e indicadores de forma bastante intuitiva.

“O sistema tem também caráter pedagógico, já que as pessoas muitas vezes não têm consciência de seus próprios problemas de mobilidade. As imagens e textos dão definições dos conceitos básicos e ajudam a relacionar problemas cotidianos ao planejamento público de mobilidade e transportes”, explicou Renata.

O gerenciamento do sistema é feito por um administrador eleito pelos membros da comissão do plano diretor. Depois da avaliação de categorias do primeiro módulo, o administrador passa a organizar os indicadores.

“Cada avaliador pode escolher dois indicadores definidos no primeiro módulo. O Ministério das Cidades coloca a elaboração desses indicadores como norma para traçar o Plano Diretor de Mobilidade”, disse.

Com os resultados desse módulo, passa-se à terceira etapa, que corresponde à definição das prioridades de ação para solucionar os problemas relacionados à mobilidade urbana. Os indicadores avaliados nesta etapa correspondem aos mais votados pela população no módulo anterior.

“Após a realização desse módulo, são necessárias algumas reuniões presenciais. Mas, com os indicadores em mãos, os gestores e especialistas podem reduzir o tempo das reuniões e agilizar o processo”, disse.

No último módulo, a partir das prioridades estabelecidas pela avaliação popular, são gerados alguns cenários, que também podem ser avaliados. Atualmente, segundo Renata, o teste do sistema está nessa fase. O Plano Diretor de Bauru aguarda aprovação na Câmara Municipal.

“O município apresenta alguns problemas pontuais. Um deles é a infra-estrutura de pavimentos, que prejudica a mobilidade a pé. Outra questão é que, como a maioria das cidades médias, Bauru está, infelizmente, privilegiando os núcleos habitacionais distantes do centro. Os transportes coletivos são escassos e o número de automóveis já começa a crescer: temos um carro para cada 2,4 pessoas”, disse.

As diretrizes recomendadas pelo Ministério das Cidades para a elaboração de Planos Diretores de Mobilidade incluem a diminuição do número de viagens motorizadas, a revisão do desenho urbano, o desenvolvimento de meios não motorizados de transporte, a priorização do transporte público coletivo e o investimento em calçadas.

Mais informações: www.planuts.com.br

Fonte: Agência FAPESP

Água e Desenvolvimento Regional

Série de debates sobre a questão da água no Nordeste é realizada pelo CGEE em parceria com a ANA

No dia 9 de setembro, será realizado o segundo debate sobre a questão da água no Nordeste, o tema do evento é Água e Desenvolvimento Regional. A iniciativa é do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE) e da Agência Nacional de Águas (ANA). O debate acontece no prédio do CGEE, em Brasília.

A série de debates sobre a água no Nordeste será realizada até dezembro deste ano. O primeiro debate aconteceu no dia 14 deste mês, na sede da ANA, também em Brasília. A mesa de debates contou com a presença de profissionais da ANA, especialistas de diversas instituições públicas e acadêmicos. O evento teve como tema “Clima e oferta de água no Semi-Árido”, dividido em quatro sessões: Clima, Variabilidade e Mudanças Climáticas; Secas e seus impactos econômicos, sociais e ambientais; Bacias Hidrográficas do Nordeste; e a última sobre o rio São Francisco.

Os encontros, segundo informações da ANA, fazem parte do acordo de cooperação técnica entre a ANA e o CGEE e visam à inclusão da temática “recursos hídricos” às políticas públicas e aos planos de desenvolvimento do país, por meio de estudos, seminários e publicações.

Segundo informações do CGEE, no final da série, será produzido um relatório final a partir de todos os temas debatidos. A publicação contará também com sugestões.

Informações adicionais, pelos sites www.cgee.org.br e www.ana.gov.br.

Fonte: Gestão CT

CNPq: R$ 8 milhões para fertilizantes alternativos

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) lançou edital para a seleção de projetos de pesquisa sobre o uso eficiente e fontes alternativas de nutrientes para a agricultura brasileira.

Estão disponíveis R$ 8 milhões, sendo que 30% dos recursos serão destinados a projetos coordenados por pesquisadores de instituições sediadas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. As propostas devem ser encaminhadas até 29 de setembro.

Segundo o CNPq, as propostas apoiadas pelo edital devem se enquadrar no estudo de fontes alternativas de fertilizantes, tais como adubação verde, coquetéis vegetais, biofertilizantes, uso de rochas nacionais, fixação biológica e química de nitrogênio.

As propostas devem contemplar ainda pesquisas sobre o uso eficiente de fontes fertilizantes visando à sustentabilidade de unidades produtivas da agricultura familiar, considerando indicadores de produção relacionados ao nutriente utilizado e a disponibilidade local, regional e nacional da fonte adotada.

Poderão participar pesquisadores e professores de instituições de ensino superior, centros e institutos de pesquisa, públicos e privadas, sem fins lucrativos. O coordenador do projeto deve possuir o título de doutor e ter produção científica ou tecnológica relevante, nos últimos cinco anos, na área específica da pesquisa.

Mais informações: www.cnpq.br/editais/ct/2008/043.htm

Fonte: Agência FAPESP

Plano Global de Ação da FAO terá subsídio de instituições brasileiras

Nos dias 21 e 22 de agosto, representantes dos ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, do Meio Ambiente e das Relações Exteriores e de instituições de pesquisa e universidades brasileiras se reuniram, na sede da Embrapa, em Brasília, para discutir estratégias para a elaboração do 2º Relatório Nacional sobre os Recursos Genéticos Vegetais. No início de setembro, deverá ser realizado outro encontro com as instituições para dar continuidade às discussões.

O documento tem que estar pronto até outubro de 2008 para integrar o Relatório Mundial da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO). Esta pesquisa define as ações globais relacionadas à conservação e uso dos recursos genéticos de plantas.

Em 1996, foi elaborado o primeiro relatório. Em notícia publicada pela Embrapa, o representante da FAO em Roma, Elcio Guimarães, explica que nesses 12 anos houve uma expressiva mudança em termos globais não apenas no que diz respeito à situação dos recursos genéticos de plantas, como principalmente em relação às necessidades e lacunas de cada país. Ele destaca a importância dessa discussão no momento atual, em que a escassez de alimentos ameaça a segurança da população mundial.

O relatório mundial foi demandado pela Comissão de Recursos Genéticos da FAO. O documento subsidiará o Plano Global de Ação da instituição, que deverá estar pronto em 2011 e vai definir a alocação de recursos financeiros para os países. Neste sentido, Guimarães lembra que é muito importante que os relatórios dos países sejam sucintos e objetivos e apresentem de forma clara a situação atual da conservação e uso dos recursos genéticos, com foco nos desafios para o futuro.

“O relatório vai ser como uma ‘bíblia’ para nortear as ações da FAO e a distribuição de recursos financeiros, de acordo com as necessidades de cada país”, destaca.

Reunião brasileira
Durante a reunião realizada na sede da Embrapa, o representante da FAO em Roma orientou os participantes na elaboração do documento. Ele ressaltou que a proposta deve ser uma atualização da primeira versão, com foco nas mudanças que ocorreram de 1996 para hoje. No entanto, Guimarães lembrou que não é necessário começar o relatório "do zero".

“O resultado esperado pela FAO é um documento de alta qualidade, que identifique claramente os ‘gargalos’ e as novas tendências para as pesquisas de conservação e uso de recursos genéticos de plantas no país, incluindo necessidades de elaboração de programas nacionais quanto à capacitação e legislação”, informou.

No total, 46 países já entregaram seus relatórios. A FAO ainda espera outros 57. Para auxiliar os países da América Latina, foi contratado um consultor internacional, o pesquisador uruguaio Gustavo Blanco. Ele foi um dos participantes da reunião realizada na sede da Embrapa. O consultor lembrou que as informações coletadas nos países também vão resultar na elaboração de bases de dados que serão disponibilizadas para consulta pública pela FAO.

Para o coordenador da reunião, o pesquisador da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, Arthur Mariante, os representantes das instituições participantes da elaboração do relatório brasileiro não vão poupar esforços para que o documento reflita a posição do Brasil no cenário internacional. “Essa primeira reunião vai definir o cronograma de execução do relatório e a definição de responsabilidades”, disse.

O documento será realizado por representantes da Embrapa, do Instituto Agronômico de Campinas (IAC), além de outros órgãos de pesquisa e universidades.

Informações sobre as ações da FAO podem ser obtidas no site www.fao.org.br. Com informações da Embrapa)

Fonte: Gestão CT

Centenário Simão Mathias - Documentos, métodos e identidade da história da ciência

“Documentos, métodos e identidade da história da ciência” é o tema do seminário comemorativo aos 100 anos de nascimento do patrono do Centro Simão Mathias de Estudos em História da Ciência da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).

Mathias foi o primeiro a defender doutorado acadêmico no Brasil, em química pela Universidade de São Paulo (USP), em 1942. Pioneiro no ensino da química, construiu o primeiro laboratório de físico-química no país.

Fundador da Sociedade Brasileira de História da Ciência e idealizador da Sociedade Brasileira de Química, morreu em 1981, na véspera de completar 83 anos.

O encontro será realizado de 26 a 29 de agosto no Centro de Ciências Exatas e Tecnologia/Campus Marquês da PUC-SP, com sessões na sede da Sociedade Brasileira pelo Progresso da Ciência e na Casa das Rosas. No dia 26 será realizada a abertura às 18h. No dia seguinte, serão iniciadas as sessões de trabalho.

Participarão especialistas em documentação e pesquisadores de centros no Brasil e no exterior.

Entre os participantes das sessões estão confirmados Pyio Rattansi (University College London, Inglaterra), Frank James (Royal Institution, Inglaterra), Patrícia Aceves (Universidade Autônoma Metropolitana, do México), Stephen Weldon (Universidade de Oklahoma, Estados Unidos), Ana Luísa Janeira (Universidade de Lisboa) e Georges Métailié (Centro Alexandre Koyré, França).

Mais informações: www.pucsp.br/pos/cesima/ou (11) 3211-0511.

Fonte: Agência FAPESP

Convênio para criação do Crefal - Centro de Cooperação Regional para a Educação de Adultos na América Latina e Caribe - é aprovado

Decreto legislativo aprova convênio para criação do Crefal

O Decreto Legislativo nº 371, publicado no Diário Oficial da União, do dia 21 de agosto, aprova o texto do convênio para a criação do Centro de Cooperação Regional para a Educação de Adultos na América Latina e Caribe (Crefal). O convênio foi celebrado na cidade do México, em 19 de outubro de 1990.

O parágrafo único do artigo 1º, único do decreto, diz que ficam sujeitos à aprovação do Congresso Nacional quaisquer atos que possam resultar em revisão do referido convênio, bem como ajustes complementares, que acarretarem encargos ou compromissos gravosos ao patrimônio nacional.

Veja o decreto por este link.

Fonte: Gestão CT

9° Fórum Iberoeka - Tecnologia e Comunidade na Gestão de Desastres Naturais

Gestão de Desastres Naturais será tema de fórum na Venezuela

Nos dias 30 de novembro a 2 de dezembro, será realizado em Isla Margarita, na Venezuela, o 9° Fórum Iberoeka, cujo tema será “Tecnologia e Comunidade na Gestão de Desastres Naturais”.

O fórum reunirá representantes de empresas, institutos, universidades e governos dos países ibero-americanos. As inscrições poderão ser realizadas até o dia 15 de outubro. O formulário deverá ser enviado por e-mail para ou para o fax (21) 2555-0777.

A lista de inscritos poderá ser consultada a qualquer tempo pelo site do evento. Poderão ser pré-agendadas reuniões bilaterais, realizadas durante as rodadas de negócios, com o objetivo de incentivar o intercâmbio de informações e fomentar projetos cooperativos internacionais. Para isto, basta que seja solicitado o agendamento à Finep por e-mail.

O objetivo do encontro é oferecer aos participantes oportunidades de identificar potenciais parceiros para desenvolver projetos de cooperação científica e tecnológica e de negócios ligados a gestão de desastres.

Além das rodadas de negócios, o fórum contará com sessões temáticas e duas conferências, com os temas "Políticas Públicas na Gestão dos Riscos" e "A Cooperação Internacional na Gestão dos Riscos".

A Finep, como Organismo Gestor do Programa Iberoeka no Brasil, é a responsável pela inscrição dos participantes. O Programa Iberoamericano de Ciencia y Tecnologia para el Desarrollo (Cyted) arcará com a hospedagem de um representante por instituição interessada, cabendo ao participante arcar com suas despesas de deslocamento e manutenção em Isla Margarita.

Informações adicionais, pelo site www.finep.gov.br e pelo telefone (21) 2555 0392.(Com informações da Finep)

Fonte: Gestão CT

Anvisa recomenda que crianças com menos de um ano não consumam mel

Informe Técnico da Anvisa recomenda que crianças com menos de um ano não consumam mel

No último dia 19, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) disponibilizou em seu site www.anvisa.gov.br recomendação à população para que crianças com menos de um ano de idade não consumam mel.

O objetivo, segundo a agência, é prevenir a ingestão de esporos da bactéria Clostridium botulinum, bacilo responsável pela transmissão do botulismo intestinal. “Não existem restrições ao consumo de mel por crianças com mais de um ano de idade e adultos sem problemas de saúde relacionados à flora intestinal.”

Segundo o texto, apesar de não haver confirmação de casos da doença no Brasil, a atuação da Anvisa está fundamentada em publicações oficiais da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde e publicações científicas sobre contaminação do mel brasileiro com Clostridium botulinum.

O assunto foi pautado pela agência em duas reuniões da Câmara Técnica de Alimentos, fórum formado por professores especialistas que fornecem suporte técnico à Gerência Geral de Alimentos da Anvisa. A discussão ocorrida na Câmara Técnica de Alimentos resultou na publicação do Informe Técnico 37, de 28 de julho de 2008, que alerta pais e educadores para não incluir o mel na alimentação de crianças menores de um ano.

Veja neste link a íntegra do Informe Técnico 37. (Com informações da Anvisa)

Fonte: Gestão CT

Globalização Financeira e Padrão Monetário Internacional

O seminário “Globalização Financeira e Padrão Monetário Internacional”, que integra o ciclo Transformações Estruturais, Crise Mundial e o Brasil, será realizado no dia 29 de agosto no Instituto de Economia (IE) da universidade.

O ciclo comemora os 40 anos do curso de economia na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e tem coordenação de Luiz Gonzaga de Mello Belluzzo, professor titular da Unicamp e das Faculdades de Campinas (Facamp) e membro do conselho superior da FAPESP.

A palestra inaugural “Crise Mundial, Desafios e Potencialidades para o Brasil” será ministrada por Guido Mantega, ministro da Fazenda.

Em seguida, será discutido o tema “Globalização financeira, financeirização e regulação”, com Luiz Carlos Mendonça de Barros (Quest Investimentos), Robert Guttmann (Universidade Hofstra, Estados Unidos) e José Carlos Souza Braga (Unicamp).

À tarde será a vez de “Globalização financeira e padrão monetário internacional”, com Maria da Conceição Tavares (Unicamp e Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ), Belluzzo e José Carlos Rocha Miranda (Banco Interamericano de Desenvolvimento e UFRJ).

Mais informações: www.eco.unicamp.br

Fonte: Agência FAPESP

Prêmio Finep de Inovação 2008 recebe inscrições até o dia 29

Os interessados em concorrer ao Prêmio Finep de Inovação 2008 podem realizar as suas inscrições até o dia 29. A iniciativa é a maior premiação à inovação tecnológica do país e foi criada para reconhecer os esforços inovadores realizados por empresas, instituições de ciência e tecnologia e organizações sociais brasileiras, desenvolvidas no país e no exterior.

O prêmio é realizado regionalmente, sendo que as propostas vencedoras em cada categoria, em cada região do país, concorrem entre si à premiação nacional, realizada no final do ano, em Brasília.

As inscrições podem ser feitas nas seguintes modalidades: Pequena Empresa, Média Empresa, Tecnologia Social e Instituição de Ciência e Tecnologia. A premiação ainda conta com as categorias especiais Inventor Inovador, na qual são escolhidos os inventores que mais se destacaram no país, e Grande Empresa, que seleciona, na carteira de clientes da Finep, o conjunto de ações desenvolvidas por empresas inovadoras.

De acordo com o regulamento, além do troféu, os vencedores poderão receber financiamentos da Finep para a implementação de projetos de inovação, que variam de R$ 500 mil a R$ 10 milhões. A financiadora destaca que, apesar de o aporte não ser garantido ou imediato, as empresas terão a oportunidade de concorrer aos recursos em uma linha de financiamento que contempla apenas os vencedores regionais e nacionais do prêmio.

Informações sobre o Prêmio Finep de Inovação podem ser obtidas neste link.

Fonte: Gestão CT

Ipen completa 52 anos de atividades

Hoje, 26, o Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen), dá início à programação de comemoração dos seus 52 anos de existência.

Às 14h, tem início a mesa-redonda “Área ambiental: crescimento e possibilidades”, que será realizada no auditório Rômulo Ribeiro Pieroni – bloco A do Ipen; após o debate, será lançado o livro Análise do Sistema de Gestão Ambiental, organizado por Afonso Rodrigues de Aquino, Igor de Abreu e Josimar R. de Almeida. O lançamento será realizado na Biblioteca Terezine Arantes Ferraz, também no bloco A do instituto.

No dia 28, às 15h30, haverá sessão solene comemorativa do 52º aniversário de fundação do Ipen, com a presença do ministro da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende. Durante a solenidade será prestada homenagem a Claudio Rodrigues, que terá a outorga do título de Pesquisador Emérito do Ipen – ano 2008. A homenagem será realizada no auditório. Também no dia 28 haverá a inauguração do Ciclotron de 18 MeV – Centro de Aceleradores Ciclotron do Ipen.

Já no dia 29, as comemorações são festivas. Haverá, a partir das 9h30, apresentação do grupo de choro da ECA/USP; homenagem aos servidores com 20 anos de trabalho no Ipen e aos que estão no institutos há 40 anos. A partir das 12h haverá churrasco de confraternização, no restaurante do instituto.

Informações adicionais podem ser obtidas no link:
bemtevi2.ipen.br/sitio/?idm=328

Fonte: Gestão CT

Cetec seleciona profissionais do setor de análises químicas e de gerência orçamentária

Cetec abre processo seletivo para profissionais do setor de análises químicas e de gerência orçamentária

A Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais (Cetec), instituição associada à ABIPTI, abriu dois processos de seleção. Um é destinado para profissionais com curso superior nas áreas de farmácia ou química. Serão priorizados candidatos que tenham pelo menos dois anos de experiência em pesquisa e conhecimentos em cromatografia a gás.

O profissional selecionado cumprirá uma carga horária de 40 horas semanais e receberá uma bolsa mensal de R$ 1,5 mil. Ele trabalhará no Setor de Análises Químicas da instituição.

Os interessados em participar devem encaminhar os seus currículos para o e-mail, colocando no assunto “Seleção Projeto Cachaça” ou ligar para o telefone (31) 3489-2225 e conversar com Aline Regina.

O outro processo seletivo é voltado para profissionais com curso superior nas áreas de administração de empresas, ciências contábeis e economia. A preferência é por candidatos que tenham pelo menos três anos de experiência na área financeira e possuam conhecimentos em legislação pública e rotinas administrativas.

Informações sobre as ações do Cetec podem ser obtidas no site www.cetec.br.

Fonte: Gestão CT

7º Enitec - Encontro Nacional de Inovação Tecnológica


Sétima edição do Enitec será realizada em Brasília

Nos dias 17 e 18, será realizada em Brasília, no auditório da Confederação Nacional da Indústria (CNI), o 7º Encontro Nacional de Inovação Tecnológica (Enitec). O evento debaterá Avaliação de Políticas Públicas: Resultados e Perspectivas.

O Enitec é uma realização da Sociedade Brasileira Pró-Inovação Tecnológica (Protec) e da Rede de Entidades Tecnológicas Setoriais (Rets).

No encontro serão discutidos os incentivos fiscais por meio dos relatórios do MCT sobre o uso da Lei do Bem; examinados os resultados dos três editais de Subvenção da Finep. Será debatido, ainda, um formato mais aberto para o próximo edital de subvenção e o acesso aos incentivos fiscais e, principalmente, à subvenção por empresas de pequeno porte.

Veja a programação completa : www.protec.org.br/enitec.asp?cod=98

Fonte: Gestão CT

2º Bienal Brasileira de Design acontece em Brasília

No dia 8 de outubro, em Brasília, acontecerá a 2° Bienal Brasileira de Design. O evento, que segue até o dia 5 de novembro, é realizado pelo Movimento Brasil Competitivo (MBC), em parceria com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e o governo do Distrito Federal (GDF). A Bienal será sediada no Museu Nacional Honestino Guimarães, instituição também parceira do evento, localizado na Capital Federal.

A mostra, que tem curadoria de Fábio Magalhães, secretário adjunto da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, e Auresnede Pires Stephan, assessor do Desenvolvimento Educacional Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, irá explorar a convergência entre arte e tecnologia em prol do design para a competitividade da produção nacional.

O foco do evento são produtos escolhidos no universo industrial contemporâneo com significados sociais e econômicos para o Brasil e que intensificam a relação entre o design e as empresas. O principal objetivo é o fortalecimento da Marca Brasil, projetando a diversidade e a criatividade brasileiras no mercado interno e externo e contribuindo para o aumento da competitividade das empresas nacionais.

Serão produtos utilitários nas indústrias de automóvel, aeronáutica, máquinas agrícolas, equipamentos hospitalares, assim como aqueles voltados para pequenas e médias escalas de produção, priorizando a qualidade e a execução dos projetos.

A mostra prestará uma homenagem a José Carlos Bornancini e Nelson Ivan Petzold designers contemporâneos. Ainda prevista no evento está a Bienal Virtual, espaço onde designers do mundo todo poderão participar da mostra virtualmente por meio de inclusão de imagens em área expositiva virtual, além de fóruns, canais de imprensa, materiais de pesquisa, entre outros.

O objetivo da 2° Bienal Brasileira de Design é favorecer a formação de um público mais crítico, capacitando estudantes que atuarão durante o evento como monitores responsáveis pela desmistificação dos trabalhos expostos, que serão desenvolvidos em conjunto com a Universidade de Brasília (UnB) e o Instituto de Educação Superior de Brasília (Iesb).

Mais informações pelo site www.bienalbrasileiradedesign.com.br

Fonte: Gestão CT

Prêmio Andifes de Jornalismo 2008: Inscrições abertas

As inscrições para o Prêmio Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) de Jornalismo 2008 estão abertas até o próximo dia 30 de agosto.

A Andifes premiará os autores das melhores reportagens ou série de reportagens nas categorias ensino superior e educação básica publicadas em jornais ou revistas brasileiras. O objetivo é estimular profissionais da mídia impressa a produzir reportagens sobre educação.

Cada participante poderá inscrever quantas reportagens quiser, enviando ficha de inscrição preenchida junto com dois originais ou cópias de cada reportagem que deseja inscrever, para a sede da Andifes localizada no Setor Comercial Sul (SCS) Quadra 1 Bloco K. Ed. Denasa n° 30, 8° andar. CEP: 70398-900. Brasília (DF).

A ficha de inscrição, o regulamento e o endereço para envio das matérias podem ser encontrados no site da associação www.andifes.org.br.

O vencedor de cada categoria ganhará duas passagens aéreas, ida e volta, para qualquer capital do Brasil.(Com informações da Andifes)

Fonte: Gestão CT

Fapeam inaugura centros de saúde com foco no tratamento de doenças tropicais

Novos centros de saúde do Amazonas prometem melhorar o tratamento de doenças tropicais

Na semana passada, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) inaugurou três centros de saúde que pretendem aplicar a humanização no atendimento ao paciente com base na ciência: o Centro de Entomologia do Amazonas, o Hospital Dia e o Laboratório de Pesquisa em Doenças Endêmicas (LPDE). A Fapeam é uma instituição associada à ABIPTI.

Os centros foram implantados com recursos da fundação, do governo do Estado do Amazonas e da União. As unidades são vinculadas à Fundação Medicina Tropical do Amazonas (FMT-AM) que, de acordo com informações divulgadas pela Fapeam, é apontada atualmente como centro de referência nacional e mundial para o tratamento de enfermidades tropicais.

Durante a cerimônia de lançamento, o governador Eduardo Braga destacou que, sem investimentos em C&T, não há como promover o desenvolvimento regional e humanizar o atendimento na área de saúde pública. “O Amazonas é o Estado que mais investe na área. Em 2006 e 2007, respectivamente, foram investidos 24% e 23% dos recursos do próprio governo na área de saúde”, afirmou. No entanto, ele lamentou que o Estado seja o que menos recebe, do governo federal, recursos para pesquisa e tratamento de doenças de média e alta complexidade.

Já o diretor da FMT-AM, Sinésio Talhari, lembrou que, por meio das várias parcerias firmadas com a Secretaria de Estado da Saúde (Susam), a Fundação de Medicina Tropical avançou na melhoria da infra-estrutura de laboratórios, prédios e no atendimento ao paciente, melhorando o atendimento ao público que procura a instituição.

Na mesma ocasião, o diretor da Fapeam, Odenildo Sena, ressaltou que, nos últimos cinco anos, a FAP disponibilizou para a FMT-AM cerca de R$ 6,5 milhões para a modernização e o avanço das pesquisas. “Foi ousadia do governo do Estado trazer os doutores seniores para trabalharem no Amazonas. A ação permitirá um salto enorme no avanço da ciência e tecnologia”, afirmou.

Investimentos
O Centro de Entomologia está situado em uma área construída de 412 m². Parte dos recursos investidos na construção da nova unidade da FMT, R$ 482,4 mil, é oriunda da Fapeam, por meio do Programa de Infra-Estrutura para o Desenvolvimento de Ciência e Tecnologia no Amazonas.

No local, deverão ser ampliadas as atividades de identificação de insetos vetores de males como a doença de chagas, leishmaniose, malária, dengue, febre amarela urbana e silvestre, entre outras.

O Hospital Dia funcionará durante o dia, permitindo que os pacientes façam uso de medicação e retornem no mesmo dia para as suas casas. O local funcionará por 12 horas, durante os cinco dias úteis da semana. A iniciativa foi financiada com R$ 1,5 milhão, oriundo do governo do Estado.

O Laboratório de Pesquisa em Doenças Endêmicas (LPDE) contou com financiamento do governo do Estado e do MCT, por meio da Finep. No total, a obra foi contemplada com R$ 1,5 milhão, sendo R$ 489,4 mil provenientes do programa de infra-estrutura da Fapeam. De acordo com a fundação, o laboratório servirá de assistência para todas as áreas do conhecimento desenvolvidas na FMT-AM.

O governo do Amazonas e a Finep ainda financiaram a construção da Enfermaria de Ensaios Clínicos, com oito leitos. No local, serão realizados estudos e testes com novas drogas, em pacientes infectados com doenças conhecidas, mas cujo tratamento não é satisfatório.

Informações sobre as ações da Fapeam podem ser obtidas no site www.fapeam.am.gov.br. (Com informações da Fapeam)

Fonte: Gestão CT

Sebrae Amapá realiza Jornada Tecnológica

Nos dias 27 a 29 de agosto, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) do Estado do Amapá disponibiliza aos empresários do município de Santana(AP) a Jornada Tecnológica, uma iniciativa do projeto de inovação e tecnologia da entidade, que tem como objetivo a disseminação da cultura de inovação e tecnologia junto às micro e pequenas empresas.

Na ocasião, a jornada vai oferecer aos empresários clínicas tecnológicas, que são consultorias específicas destinadas às empresas baseadas em soluções tecnológicas rápidas. Na oportunidade, também serão abordados temas como segurança alimentar, gestão ambiental, automação comercial, entre outros que possam contribuir para a sustentabilidade das empresas.

Em texto do Sebrae, a gestora do projeto, Rejane Reis, disse que é feito um levantamento socioeconômico de cada município para identificar as ações necessárias que contribuam para a inclusão da inovação para o fortalecimento da competitividade das micro e pequenas empresas. Reis argumenta que inovação não significa apenas o uso de máquinas sofisticadas e equipamentos de última geração, mas sim a utilização de novos conhecimentos para um mercado consumidor cada vez mais exigente.

No dia 27, a palestra terá como tema a “Gestão de Resíduos na Empresa – Estratégia para assegurar a competitividade, a ética ambiental e a reputação empresarial”. O objetivo é desenvolver junto ao empresário e comunidade uma visão das características e classificações de resíduos sólidos, propondo uma rotina de gerenciamento de acordo com a legislação. A palestra será apresentada em duas etapas. Das 15h às 18h e das 19h às 21h.

Já no dia 28, o assunto será “Alimento Seguro: Questão de Competitividade e Empreendedorismo.” O objetivo é sensibilizar quanto à importância da segurança na produção de alimentos. A palestra acontecerá das 15h às 18h e das 19h às 21h. No dia 29, a o tema é “Automação Comercial - Por que automatizar sua empresa”. O objetivo é estabelecer correlações entre aos fatores e procedimentos à gestão profissionalizada de uma empresa e a implantação de automação comercial como meio de redução de custos, aumento de vendas e satisfação dos clientes.

A jornada está disponível gratuitamente para empresas de qualquer setor. Os interessados podem procurar o Sebrae Santana, localizado na Av. Rui Barbosa -1138.

Mais informações pelo site www.sebraeamapa.com.br e pelo telefone (96) 3312.2832. (Com informações do Sebrae-AP).

Fonte: Gestão CT

Secti/BA e Instituto Recôncavo de Tecnologia firmam parceria

No dia 20, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti/BA) e o Instituto Recôncavo de Tecnologia (IRT) firmaram um protocolo de intenções. O termo prevê que o IRT atuará no Parque Tecnológico de Salvador, empreendimento que está em fase de implantação.

O protocolo de intenções prevê que caberá ao IRT atrair e contratar projetos junto à sua área de atuação, fortalecendo o sistema local de inovação, apoiar as ações voltadas à incubação de empresas e outras iniciativas correlatas no setor de TIC. O IRT ainda deverá apoiar a formação e a capacitação de pessoal na área.

O instituto já firmou acordos de cooperação técnica nesse setor com instituições como a Universidade Federal da Bahia (UFBA), a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e o Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet). De acordo com o presidente do IRT, Mário Cezar Freitas, a instituição tem todo o interesse de se instalar no Parque Tecnológico de Salvador. “Nós estamos muito animados para ir para lá”, disse Freitas, em notícia publicada pela Secti.

O secretário de C&T, Ildes Ferreira, ainda destacou a possibilidade de uma nova parceria com o IRT para formar uma equipe técnica para atuar nos Centros Vocacionais Tecnológicos (CVT). Segundo ele, até 2009, deverão ser instalados 12 novos CVTs no Estado, voltados para a capacitação profissional e geração de novas tecnologias.

O Parque Tecnológico de Salvador reunirá um consórcio de pesquisas universitárias, incubadoras e empresas de base tecnológica. O empreendimento também será um centro de convergência do Sistema Estadual de Inovação na Bahia, nas esferas pública, acadêmica e empresarial. A iniciativa está sendo concebida nos seguintes eixos ou vias: a da inovação (como instrumento de atração de empresas), a da tecnologia (esfera institucional de suporte à interação entre universidades e empresas) e a da ciência (estratégia de fortalecimento da produção científica local).

Mais informações sobre a Secti/BA podem ser obtidas no site www.secti.ba.gov.br. (Com informações da Secti/BA)

Fonte: Gestão CT

Regulamento técnico metrológico para fabricação, instalação e utilização de medidores de energia elétrica ativa é publicado

A portaria de nº 285 do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), instituição associada à ABIPTI, aprova o regulamento técnico metrológico que estabelece as condições mínimas que deverão ser observadas na fabricação, instalação e utilização de medidores de energia elétrica ativa, inclusive os recondicionados, baseados no princípio de indução monofáisicos e polifásicos.

Segundo texto da portaria, publicada no dia 14 deste mês, os medidores novos, fabricados no Brasil ou importados, e os recondicionados deverão ser submetidos à verificação inicial, ou à verificação após reparos, tendo como pré-requisito a aprovação do respectivo modelo, de acordo com o regulamento técnico metrológico.

Veja a íntegra da portaria e do regulamento por este link.

Fonte: Gestão CT

Plano de Negócios do Pólo de Excelência do Café -PEC- é lançado em Minas

Café ganha impulso com lançamento do Plano de Negócios no sul de Minas

No dia 19 de agosto, foi lançado na Universidade Federal de Lavras (Ufla) o Plano de Negócios do Pólo de Excelência do Café (PEC). O planejamento busca condições para o desenvolvimento competitivo e sustentável do produto no Estado.

O PEC, da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes) e que tem parceria da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), foi lançado em junho de 2007, pelo governador Aécio Neves, durante a Expocafé, na cidade mineira Três Pontas.

Na ocasião, foi assinado o termo de autorização para o repasse, pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), instituição associada à ABIPTI, de R$ 1,07 milhão para a execução do projeto de construção da agência de referência e desenvolvimento do café. Essa agência abrigará o centro de inteligência do café, o centro de informação de mercado, o balcão eletrônico de comercialização e formação de técnicos em inteligência de mercado. Foi repassado também o investimento de R$ 152 mil para a execução do projeto de complementação da infra-estrutura do laboratório de geoprocessamento da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), na Ufla.

Em texto da Sectes, o gerente executivo do Pólo de Excelência do Café, Edinaldo José Abrahão, disse que o PEC busca transformar conhecimento em valor. A superintendente de desenvolvimento científico e tecnológico da Sectes, Déa Fonseca, destaca que alguns setores de Minas Gerais foram escolhidos para se tornarem excelência e o cafeeiro foi um deles.

Capacitação
Um dos programas estruturantes do Plano de Negócio é a capacitação de recursos humanos com o objetivo de formar massa crítica de profissionais ligados à cadeia produtiva de café. Para isso, foi assinado um termo de compromisso entre a Ufla, a Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão (Faepe), a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG) e o PEC para a criação do curso de pós-graduação lato sensu - MBA Executivo Coffe Business.

Também foi assinado Protocolo de Intenções entre a Associação das Entidades de Café do Sul de Minas (Ascafé) e Cooperativa de Ensino e Educação (Educa), com o apoio do PEC, para a realização do curso de pós-graduação lato sensu em cafeicultura empresarial, no Centro de Excelência do Café, na cidade mineira Machado.

Informações adicionais, no site www.ascom.ufla.br e pelo telefone (35) 3829.1104. (Com informações da Assessoria de Comunicação da Ufla)

Fonte: Gestão CT

Cetec participa de curso para embaixadores no Itamaraty

A Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais (Cetec) participou, na última sexta-feira, do 2º Curso sobre Cooperação Internacional em Ciência, Tecnologia e Inovação, realizado no Ministério das Relações Exteriores, no Palácio Itamaraty, em Brasília.

O bolsista do Setor de Materiais Ópticos e Eletrônicos do Cetec Igor Alessandro Silva Carvalho foi um dos palestrantes dentro do painel intitulado "L. A. 11: Energia Elétrica, Hidrogênio e Energias”. O bolsista do Cetec e doutorando da Rede Temática em Engenharia de Materiais (Redemat) realizou a palestra de tema “Energia Solar Fotovoltaica: Oportunidades e Desafios”.

O 2º Curso sobre Cooperação Internacional em Ciência, Tecnologia e Inovação foi realizado pelo Ministério das Relações Exteriores com o objetivo de complementar a capacitação de 23 diplomatas responsáveis pela cooperação internacional científica em Ciência, Tecnologia e Informação.

O convite para a participação do Cetec no evento surgiu a partir de palestra realizada pelo coordenador do Setor de Materiais Ópticos e Eletrônicos José Roberto Tavares Branco no Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), em Brasília, durante reunião inaugural do Comitê de Coordenação de Estudo Prospectivo para Energia Fotovoltaica, no dia 05 de agosto.

Maiores informações pelos telefones (31) 3489-2221 /2244 ou pelo e-mail

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do CETEC

Concurso "Aprender e Ensinar Tecnologias Sociais" tem inscrições abertas

Concurso propõe debater o envolvimento entre escola e comunidade

Professores da rede pública de ensino fundamental e de espaços não-formais de educação têm até o dia 31 de outubro para se inscrever no concurso “Aprender e Ensinar Tecnologias Sociais”.

O concurso é uma iniciativa da Fundação Banco do Brasil e da Revista Fórum.

Cada professor inscrito vai ganhar uma assinatura da revista Fórum, válida até fevereiro de 2009. Os participantes deverão propor formas para apresentar o conceito de tecnologia social aos estudantes e justificar a proposta. Além disso, o concorrente deverá indicar como pretende envolver escola e comunidade no debate.

Cinqüenta finalistas, dez de cada região do país, serão selecionados para concorrer à premiação.

Os critérios para a seleção desta etapa são: clareza da apresentação, reaplicabilidade e originalidade da proposta. Na etapa final do concurso, um professor de cada região do Brasil será selecionado e os cinco professores vencedores ganharão uma viagem ao Fórum Social Mundial 2009 - o FSM Amazônico, que acontecerá de 27 de janeiro a 1º de fevereiro de 2009 em Belém (PA).

Informações e inscrições no site www.revistaforum.com.br (Com informações da Revista Fórum)

Fonte: Gestão CT

ISO 50001 será discutida em evento

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e a Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (Unido) realizarão, de 27 a 29 de agosto, em São Paulo (SP), um encontro regional com especialistas da América Latina para reunir subsídios para contribuir com a International Organization for Standasdization (ISO) no processo de elaboração de uma norma de sistema de gestão de energia. A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) é co-realizadora do evento, que ocorrerá em seu auditório.

Foram convidados para a abertura do encontro o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, o presidente da ABNT, Pedro Buzatto Costa, e o chefe Regional da Unido (Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai), Alberto Di Liscia. As sessões do evento ainda deverão contar com apresentações do diretor de Desenvolvimento e Informação da ABNT, Carlos Santos Amorim Junior, do chefe da Divisão de Energia Sustentável da Organização dos Estados Americanos (OEA), Mark Lambrides; do chefe da Unidade de Eficiência de Energia da Unido, Robert Williams; entre outras autoridades no tema.

A ABNT, em parceria com o American National Standards Institute (ANSI), responde pelo secretariado do Comitê de Projeto da ISO - PC 242 (Gestão de Energia). A instância foi criada em fevereiro deste ano com a responsabilidade de elaborar a norma internacional de sistema de gestão de energia, já identificada como ISO 50001. O comitê conta com a participação de 21 países membros. Entre eles, China, Brasil, Argentina, Cingapura e África do Sul. Tem ainda cinco países observadores, entre os quais estão o Marrocos e a Tailândia.

A primeira reunião do ISO PC 242 deverá ocorrer na segunda semana de setembro. A minuta da nova norma deverá estar pronta em março de 2009 e a publicação deve ocorrer em 2010.

O público alvo do evento é composto por representantes de organismos de normalização, de agências governamentais de energia e da indústria, de associações do setor privado e peritos internacionais em sistemas de gestão da energia e eficiência energética industrial.

A reunião regional tem como objetivos específicos: disseminar a norma de sistema de gestão de energia como um mecanismo eficaz para a conservação de energia e melhoria da eficiência na indústria; apresentar o ISO PC 242 e oferecer aos grupos-chave de stakeholders a oportunidade de melhorar a informação do projeto; discutir experiências nacionais e internacionais na implementação de sistemas de gestão de energia na indústria e o papel fundamental da política e das parcerias; e apresentar a visão geral da norma de gestão de energia na indústria, que a Unido levará aos países em vias de desenvolvimento e economias emergentes.

As inscrições podem ser feitas no site www.abnt.org.br. Informações sobre o evento podem ser obtidas pelo e-mail . (Com informações da ABNT)

Fonte: Gestão CT

Unindus oferece curso voltado para a gestão de propriedade intelectual

O programa de Capacitação da Indústria em Gestão da Inovação realizado pela Universidade da Indústria (Unindus), iniciativa do sistema da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), oferece curso voltado para a gestão de propriedade intelectual.

O curso vai abordar temas como os contratos de aquisição e cessão de tecnologia, os instrumentos contratuais para a exploração econômica da propriedade intelectual, as questões sobre licença de patentes e os acordos cooperativos e alianças estratégicas em torno da tecnologia.

A advogada, mestranda em inovação e propriedade intelectual pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) e responsável pelo Núcleo de Orientação de Propriedade Intelectual do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Paraná, Heloisa Cortiani de Oliveira, vai ministrar o curso.

O Programa de Capacitação da Indústria em Gestão da Inovação é dirigido a empresários e profissionais envolvidos na gestão da inovação nas empresas, principalmente nas áreas de desenvolvimento de novos produtos e em melhoria de processos. Os interessados podem se inscrever no site da Unindus www.unindus.org.br.

Informações adicionais, pelo telefone (41) 3271-7710 ou pelo e-mail . (Com informações da Unindus)

Fonte: Gestão CT

UFSC oferece curso de graduação em Ciência e Tecnologia Agroalimentar


A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) terá mais um curso de graduação a partir do próximo ano. Foi autorizada pela Câmara de Ensino a criação do Curso de Ciência e Tecnologia Agroalimentar, que oferecerá 60 vagas no Vestibular UFSC/2009.

O mais novo curso da UFSC foi criado com o objetivo de formar profissionais especializados em alimentos, sob os aspectos científicos, tecnológicos, bioquímicos, higiênico-sanitários, sensoriais e nutricionais. O futuro profissional terá a capacidade de identificar problemas e formular soluções para atuar na cadeia produtiva agroalimentar.

O curso abrange todas as áreas das ciências agrárias (fisiologia animal, fisiologia vegetal e botânica), por isso está integrado ao Centro de Ciências Agrárias (CCA) da UFSC.

Os alunos terão acesso a toda a infra-estrutura do Departamento de Ciência e Tecnologia de Alimentos. A unidade possui 18 laboratórios e desfruta de uma usina-piloto de processamento de alimentos, onde os alunos aprendem as operações unitárias de fermentação, desidratação, defumação, refrigeração, congelamento, enlatamento, esterilização para obtenção de produtos derivados de leite, carnes, pescado, frutas, hortaliças, óleos, amido e cereais.

Mais informações, nos sites www.cal.ufsc.br e www.labcal-cca.ufsc.br. (Com informações da UFSC)

Fonte: Gestão CT

Anatel ainda está em processo de contratação do CGEE para elaboração de estudo

Ainda encontra-se em processo de contratação pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) o Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), para elaboração de um estudo sobre a proposta prevista no novo Plano Geral de Outorga (PGO), que obriga as empresas do setor a separar a estrutura de banda larga da estrutura de concessão das operadoras da telefonia fixa. A informação é da assessoria de imprensa da agência repassada ao Gestão CT online, hoje (25).

No início do mês, vários veículos de comunicação divulgaram a declaração do presidente da Anatel, Ronaldo Sardenberg, sobre a contratação do centro para realização deste estudo. Segundo as informações divulgadas amplamente pela mídia, a decisão foi tomada após a forte reação das operadoras às medidas apresentadas na nova propostas do PGO, que teve o processo de consulta pública encerrado no início de agosto.

O presidente da Anatel teria esclarecido, durante o 15º Encontro Telesíntese sobre políticas regulatórias para o setor de telecomunicações, realizado no dia 5, em Brasília, que o CGEE analisará impactos econômicos, concorrenciais e sociais da separação para todas as concessionárias. Sardenberg manteve, ainda, a expectativa de que, mesmo com o estudo, a aprovação do plano de outorgas deve ser concluída dentro de 60 dias.

Informações adicionais sobre as ações da Anatel podem ser obtidas no site www.anatel.gov.br.

Fonte: Gestão CT

Semana de TIC começa no dia 9, em Salvador

Nos dias 9 a 12 de setembro, será realizada a segunda Semana Estadual de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) do Estado da Bahia. O evento acontecerá no Hotel Fiesta, em Salvador (BA). A abertura está marcada para as 19h do dia 9, com a presença do secretário de CT&I, Ildes Ferreira.

Durante a semana serão debatidos o fortalecimento empresarial e da base científica e de pesquisa na área de TIC na Bahia; as tendências tecnológicas nas áreas de inovação; ferramentas de cooperação entre pesquisadores e empresas; infra-estrutura e cidades digitais; envolvendo sua utilização e segurança com o intuito de estabelecer relacionamentos e soluções disponíveis para questões comuns ligadas a área.

Informações adicionais e inscrições podem ser feitas por este link.

Baixe os arquivos do evento, clicando aqui

Fonte: Gestão CT

Pista de Orientação Permanente Vidal de Negreiros será inaugurada na Paraíba

Paraíba conta com Pista de Orientação Permanente

No dia 28, a população paraibana será contemplada com a inauguração da Pista de Orientação Permanente Vidal de Negreiros. O nome é um culto à história do Estado, em uma homenagem a André Vidal de Negreiros, paraibano que se notabilizou na luta contra a ocupação holandesa no Brasil, à frente de forças militares locais.

A idéia do projeto ecológico é tornar mais íntima a relação da sociedade com a natureza, para usufruto de ambientalistas, atletas, professores, estudantes, turistas e visitantes. A pista será um instrumento de lazer e educação ambiental oferecido à sociedade paraibana, como forma de materializar a Conferência da Terra 2008, realizada no mês de maio. O evento reuniu centenas de pesquisadores da área ambiental em João Pessoa.

A pista foi montada na Mata do Buraquinho, maior reserva florestal urbana do Brasil, por integrantes do 15º Batalhão de Infantaria Motorizado, da Universidade Federal da Paraíba e da GS Consultoria Ambiental e Planejamento do Turismo, em parceria com o Jardim Botânico Benjamim Maranhão (Sudema) e com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

O empreendimento teve origem no trabalho Pista de Orientação Permanente: uma nova ferramenta para a educação ambiental, do general Marco Antônio Longo, apresentado durante a Conferência da Terra – Fórum Internacional do Meio Ambiente, realizado no mês de maio na cidade de João Pessoa e publicado no livro Terra: mudanças ambientais globais e soluções locais.

A implantação da pista está sendo coordenada pelo geógrafo Giovanni Seabra, doutor em geografia física e professor associado da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e pelo tenente-coronel Cleber Jesus de Oliveira, comandante do 15º Batalhão de Infantaria Motorizado.

A iniciativa envolve pesquisas sobre o Ecossistema Mata Atlântica, com a elaboração de diagnósticos ambientais, enfocando o atual estado de conservação e ameaças constantes à Mata do Buraquinho. As atividades contam com a participação de alunos dos cursos de geografia e biologia da UFPB, que apresentarão os resultados em congressos e encontros científicos.

Informações sobre a pista podem ser obtidas pelos telefones (83) 3241-7120 Ramal 245, (83) 3218-7880 e (83) 3244-3518. (Com informações da GS Planejamento Ambiental e Turismo)

Fonte: Gestão CT

Finep divulga resultado da Carta –Convite MCT/Finep/CT-Hidro – Processos Hidráulicos – 02/2007

No dia 13, a Finep divulgou o resultado da avaliação de mérito da Carta –Convite MCT/Finep/CT-Hidro – Processos Hidráulicos – 02/2007. No total, foram aprovadas 11 propostas, de todas as regiões do país.

A chamada foi lançada para a seleção de instituições interessadas em obter apoio à estruturação de laboratórios de hidráulica e de hidrologia para o desenvolvimento de processos experimentais hidráulicos e hidrológicos para o aproveitamento eficiente dos recursos hídricos.

Do total de projetos aprovados, dois são da região Norte; cinco da Nordeste; dois da Sudeste; um do Centro-Oeste; e um do Sul. Eles são oriundos de instituições como a Fundação Universidade Federal de Rondônia, a Sociedade Campineira de Educação e Instrução e a Universidade Federal Rural de Pernambuco.

O resultado está disponível neste link.

Fonte: Gestão CT

Portal do Sistema Nacional de Informações em Recursos Hídricos já está no ar

Foi lançado, no dia 13 de agosto, pela Agência Nacional de Águas (ANA) e pelo Fundo Setorial de Recursos Hídricos (CT-Hidro) do MCT e gerenciado pela Finep, o Portal do Sistema Nacional de Informações sobre Recursos Hídricos (Snirh) - www.ana.gov.br/portalsnirh. Participaram da cerimônia os ministros do Meio Ambiente, Carlos Minc, e da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende, além de diretores da ANA e dirigentes do CT-Hidro.

Segundo informações da ANA, o portal tem o objetivo de garantir o acesso rápido e preciso a informações atualizadas sobre recursos hídricos, tais como: a série histórica de um determinado rio e o número e o tipo de estações hidrometeorológicas ao longo de um manancial.

Outra função do Snirh é sua utilização como ferramenta de apoio à decisão para os participantes do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos, composto pelo Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH), pela ANA, por conselhos estaduais de recursos hídricos, por comitês de bacia, agências de água e órgãos cujas competências se relacionem com a gestão do recurso natural.

De acordo com o projeto inicial, a ANA investiu cerca de R$ 6,5 milhões e o CT-Hidro aplicou R$ 3,3 milhões para que o portal se tornasse realidade. Em 2005, a ANA e o CT-Hidro iniciaram a parceria. As instituições investiram na contratação de projetos e serviços de universidades e instituições de pesquisa atuantes na área de recursos hídricos, o que acabou formando redes de pesquisa para o desenvolvimento do Sistema. Este processo também foi auxiliado pela área técnica da ANA. Nos dois últimos anos, a Agência e o CT-Hidro trabalharam para estruturar o cadastro de projetos e resultados do fundo setorial.

0800
No dia 19 deste mês, a ANA disponibilizou aos usuários de recursos hídricos, um novo número para atendimento – 0800 725 2255. Segundo a agência, este será o canal de comunicação entre usuários e a Ana, o que facilitará o esclarecimento de dúvidas relacionadas ao Cadastro Nacional de Usuários de Recursos Hídricos (CNARH).

Além de atuar no suporte a usuários, o 0800 servirá, também, como mecanismo para difusão de campanhas de cadastro de usuários nas diferentes bacias hidrográficas do país. O serviço fica disponível de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h.

Informações adicionais, no site www.ana.gov.br. (Com informações da ANA)

Fonte: Gestão CT

Anprotec recebe material para Edição Especial da Revista Locus

Até o dia 5 de setembro, a Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec), entidade associada à ABIPTI, recebe indicações de informações, fontes e casos de entidades, incubadoras e empresas do setor para a Edição Especial da Revista Locus, que será lançada dura o 28º Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas, que acontece nos dias 22 a 26 de setembro em Aracaju (SE).

As indicações devem ser relacionadas às seguintes editorias: “Em movimento” - notícias do movimento nacional de incubadoras de empresas e parques tecnológicos; “Oportunidade” - resíduos e reciclagem; “Mundo Google” - como as MPEs inovadoras podem aproveitar as ferramentas oferecidas pela Google?; “Investimento” – crédito bancário; “Matéria de Capa” - desenvolvimento sustentável: a inovação em prol da sustentabilidade; “Internacional” - incubadoras e parques tecnológicos – novas bases para a integração latino-americana (exemplos: Panamá, Chile, Uruguai); “Gestão” - gestão da propriedade intelectual, sob o ponto de vista das empresas; e “Criatividade”- empreendedorismo e criatividade na organização das “Fashion Weeks” (São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, outras cidades e países).

As sugestões devem ser encaminhadas para o e-mail . Informações adicionais, pelo telefone (61) 3202-1555.

Fonte: Gestão CT

Fapesq prorroga data limite para envio de propostas ao edital do Pronex

Até o dia 4 de setembro, está aberto o período de submissão de projetos ao edital Pronex da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Paraíba (Fapesq), entidade associada à ABIPTI.

O encerramento do prazo estava previsto para hoje (25). Segundo texto da fundação, em virtude de diversas solicitações da comunidade científica, alegando a necessidade de um prazo maior para apresentação dos projetos, a data foi prorrogada.

O cronograma do edital agora fica com as seguintes datas: data-limite para envio da proposta: 4 de setembro; análise e julgamento pelo Comitê Assessor na Fapesq com participação de representantes do CNPq: 2 de outubro; análise pela Comissão de Coordenação do Pronex: 20 de outubro; homologação dos resultados no CNPq e divulgação: até 27 de outubro; contratação dos projetos: até 11 de novembro.

Informações adicionais no site www.fapesq.rpp.br/web.

Fonte: Gestão CT