quarta-feira, 19 de março de 2008

30ª Olimpíada Brasileira de Matemática - Inscrições abertas

A 30ª Olimpíada Brasileira de Matemática, que envolve a participação de professores e alunos das redes pública e privada de todo o Brasil, recebe inscrições até o dia 5 de maio.

A participação dos estudantes é dividida em quatro níveis, de acordo com a escolaridade: alunos do 6º ou 7º anos do ensino fundamental; alunos do 8º ou 9º anos do ensino fundamental; alunos de qualquer série do ensino médio; e alunos de nível universitário que ainda não tenham concluído o curso superior.

Para os três primeiros níveis, a primeira fase será realizada dia 14 de junho, a segunda fase no dia 13 de setembro e a terceira fase nos dias 25 e 26 de outubro. Os inscritos no nível universitário serão submetidos apenas às duas últimas fases, nas mesmas datas.

As olimpíadas de matemática têm uma única modalidade: todos os participantes de um mesmo nível fazem a mesma prova e a premiação é distribuída segundo percentuais de acerto.

Os resultados serão divulgados em dezembro e os vencedores serão convidados a participar da 12ª Semana Olímpica, evento a ser realizado em janeiro de 2009. Do torneio nacional são selecionadas as equipes que representam o Brasil nas diversas olimpíadas de caráter internacional.

A OBM é um projeto conjunto da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM) e do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa), e conta com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Instituto do Milênio Avanço Global e Integrado da Matemática Brasileira e Academia Brasileira de Ciências.

Mais informações: http://www.obm.org.br/

Fonte: Agência Fapesp

4ª Prêmio Petrobras de Tecnologia

Com os títulos “Da Vinci”, “Darwin”, “Galileu” e “Newton”, os anúncios incentivam a inscrição no prêmio, que vai até 31 de julho. Todos eles trazem uma árvore genealógica estilizada e mostra que pode haver uma ligação entre você e um dos grandes gênios da humanidade. E, por mais distante que seja essa ligação, ela pode garantir um talento especial.

Estudantes de graduação, mestrado ou doutorado de qualquer instituição de ensino superior brasileira podem inscrever seus trabalhos em um dos nove temas tecnológicos do prêmio.

Os autores dos trabalhos vencedores receberão R$ 20 mil na categoria doutorado, R$ 15 mil na categoria mestrado e R$ 10 mil na categoria graduação, além de uma bolsa de estudos do CNPq para elaboração de tese de mestrado, doutorado ou pós-doutorado em instituições de ensino superior nacionais, de acordo com sua formação acadêmica. Os professores orientadores dos trabalhos premiados de todos os temas/categorias receberão o mesmo valor do prêmio recebido pelo aluno.

Maiores informações no endereço:
http://www2.petrobras.com.br/minisite/premiotecnologia/index.asp

Fonte: Petrobras

Fapesp e NSF dos EUA organizam o Programa Piloto de Intercâmbio em Pesquisa para Bolsistas de I.C. da Área de Química

Em uma iniciativa conjunta com a Divisão de Química da National Science Foundation (NSF), dos Estados Unidos, a FAPESP organizou o Programa Piloto de Intercâmbio em Pesquisa para Bolsistas de Iniciação Científica da Área de Química da FAPESP e de outras agências.

O programa tem apoio do Departamento de Química da Universidade da Flórida e dos institutos de química das universidades estaduais paulistas.

O programa pretende viabilizar a bolsistas de Iniciação Científica a realização de estágios de pesquisa de até 12 semanas em projetos em departamentos de universidades nos Estados Unidos. Os interessados em participar devem ter bolsas vigentes em instituições de ensino superior e de pesquisa no Estado de São Paulo.

Na primeira rodada do Programa Piloto, os selecionados poderão desenvolver projetos na Universidade da Flórida em Gainesville, cujo Departamento de Química é o ponto focal do Programa no país.

As propostas deverão ser apresentadas à FAPESP em papel e em três cópias até o dia 14 de abril.

Mais informações sobre a Chamada FAPESP 04/2008:
www.fapesp.br/chamadas/nsf2008

Fonte: Agência Fapesp

R$100 milhões em cooperação internacional em CT & I

O Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) investe R$ 100 milhões em projetos de cooperação internacional nas áreas de ciência, tecnologia e inovação nos próximos quatro anos.

O anúncio foi feito pelo ministro Sergio Rezende na reunião de posse dos representantes do Conselho Científico Consultivo sobre Assuntos de Cooperação Internacional (CCC), nesta terça-feira (18), na sede da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep/MCT), no Rio de Janeiro.

O investimento visa a fortalecer a pesquisa nacional e promover a inovação tecnológica em áreas consideradas estratégicas como biocombustíveis, biotecnologia, saúde animal, biodiversidade, nanotecnologia, espacial e nuclear. Além disso, pretende-se reforçar os acordos do Brasil com países da América do Sul e da África e ampliar as oportunidades de cooperação com a União Européia, Estados Unidos, China e Ucrânia.

Criado no final de 2007, o CCC se reuniu hoje pela primeira vez. Seus integrantes têm mandatos de dois anos, renováveis. Fazem parte de sua constituição representantes da comunidade científica e tecnológica, do meio empresarial e da área pública. Desta os nomeados são o chefe da Assessoria de Assuntos Internacionais do MCT, José Monserrat Filho, e os presidentes do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCT), Marco Antonio Zago, e da Finep, Luís Manuel Rebelo Fernandes.

Entre as principais funções do Conselho destacam-se: propor temas para cooperação em ciência, tecnologia e inovação, inclusive com outros países, analisar projetos e programas a ele submetidos pelo MCT e emitir parecer sobre instrumentos de cooperação propostos pelos institutos e agências do MCT.

Fonte: Agência CT

Santos experimenta o CIES - Centro Médico Móvel Avançado

Santos, no litoral paulista, foi a primeira cidade brasileira a se beneficiar de um projeto inovador que pretende levar, a milhares de pessoas em todo o país, atendimento gratuito em diferentes especialidades médicas. A carreta do Centro Médico Móvel Avançado esteve, entre 14 e 16 de março, no bairro do Boqueirão, onde atendeu cerca de 650 pessoas.

O veículo adaptado, que tem 15 metros de comprimento por 2,5 metros de largura, possui um sistema automatizado que permite abrir suas laterais, totalizando uma área de cem metros quadrados. A iniciativa é do Centro de Integração de Educação e Saúde (Cies), projeto da Associação Beneficente Ebenezer, que tem coordenação técnica da empresa Fleximedical, incubada no Centro Incubador de Empresas Tecnológicas (Cietec) da Universidade de São Paulo (USP).

O objetivo é oferecer à população exames médicos de média complexidade, como teste ergométrico, eletrocardiograma, endoscopia, mamografia e ultra-sonografia, de modo a cobrir as doenças de maior incidência no país.

“Como a pedra mestra da iniciativa é a prevenção, os exames e procedimentos são focados nas patologias cardiológicas e neoplasias, como os cânceres de próstata, mama, colo uterino e pele”, disse o coordenador do projeto e diretor da Fleximedical, Roberto Kikawa.

“Para isso, a idéia é que o centro móvel se instale por um período de três a 30 dias em cada região, de acordo com as necessidades de cada município”, disse o também professor da Faculdade de Ciências Médicas de Santos, do Centro Universitário Lusíada (Unilus) e pesquisador da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP).

A carreta tem capacidade para cerca de três mil atendimentos mensais em especialidades diversas: cardiologia, oftalmologia, urologia, imaginologia, gastrenterologia, audiometria e ginecologia, além de pequenas cirurgias e exames laboratoriais. São quatro salas de atendimento com equipamentos de alta tecnologia, áreas de esterilização e dois ambientes de espera.

Integração com a saúde local
O Centro Médico Móvel Avançado atua de maneira integrada às unidades de saúde existentes nas cidades: o paciente pode usar o centro móvel desde que tenha em mãos a receita de um médico solicitando o exame ou procedimento.

Em Santos, o centro móvel atendeu exclusivamente pacientes encaminhados por médicos de hospitais vinculados à Secretaria Municipal de Saúde. "A intenção não é sobrepor as ações do governo, mas sim complementá-las com o oferecimento de exames de alta tecnologia, diminuindo as filas dos hospitais”, aponta Kikawa.

“O funcionamento do centro nas cidades depende de parcerias entre as empresas locais, prefeituras e comunidade. Dentro desse princípio, até o final de 2009, pelo menos 16 outras carretas deverão ser adaptadas para atender a outros estados da federação”, acrescentou.

Segundo Kikawa, ao final de cada temporada o centro gera uma análise dos dados epidemiológicos da região, que poderão ser utilizados para um melhor planejamento da saúde local. “O projeto oferece ainda palestras de conscientização da população sobre cuidados básicos e prevenção de doenças. Todos os profissionais envolvidos têm como fundamento básico a tríade tratar, educar e prevenir”, explica.

As próximas cidades que deverão receber a visita do Centro Médico Móvel Avançado são Itu, Americana, Bauru, Marília, Taubaté e Campos do Jordão. Uma demonstração do projeto também será realizada na 38ª Jornada Paulista de Radiologia, que ocorre de 1º a 4 de maio, em São Paulo.

Mais informações: http://www.projetocies.com.br/

Fonte: Thiago Romero /Agência Fapesp


UFSC realiza pesquisa sobre planejamento estratégico de produtos

O Grupo de Engenharia do Produto e Processo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) está realizando uma pesquisa a respeito do planejamento estratégico de produtos e pede a colaboração de empresas para a obtenção de dados.

A idéia é avaliar a gestão de portfólio, conduzida com o objetivo de identificar requisitos do planejamento estratégico de produtos e práticas de gestão do conhecimento que contribuam para aprimorar esse contexto.

Segundo os responsáveis, para que a pesquisa seja representativa é necessária a participação maciça de empresas de setores afins com a gestão de portfólio, como automobilístico, de eletrodomésticos, energia, eletrônica, informática, tecnologia da informação, telecomunicações e serviços.

O questionário da pesquisa está disponível no endereço eletrônico:

26º Simpósio Brasileiro de Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos

O 26º Simpósio Brasileiro de Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos será realizado de 26 a 30 de maio, no Rio de Janeiro. A promoção é da Sociedade Brasileira de Computação e do Laboratório Nacional de Redes de Computadores.

O evento será composto de sessões técnicas, minicursos, painéis, workshops, palestras e tutoriais de convidados de renome internacional.

Serão apresentados artigos com resultados de pesquisas científicas ou tecnológicas, em áreas como “Redes ópticas”, “Controle de tráfego”, “Mobilidade”, “Gerenciamento e operação de redes”, “Algoritmos distribuídos” e “Medições e monitoração de redes”

Mais informações: www.sbrc2008.ufrj.br