segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

PRONAPA - Projeto Nacional Papiloma

Com o objetivo de buscar soluções para uma doença endêmica que assola o rebanho de nosso país, a papilomatose bovina, foi criado o consórcio PRONAPA "Projeto Nacional Papiloma", que envolve cerca de 60 profissionais entre pesquisadores e profissionais em diversos níveis de formação e áreas do conhecimento.

Coordenados pelo Prof. Dr. Willy Beçak, ex-Diretor Geral do Instituto Butantan e Pesquisador Visitante do Departamento de Genética da Universidade Federal de Pernambuco, os profissionais do PRONAPA buscam aprimorar o desenvolvimento de estratégias vacinais contra o papilomavírus bovino, agente causador da papilomatose
bovina.

Para embasar a obtenção de uma vacina eficiente ao problema enfrentado, o PRONAPA conta com profissionais multidisciplinares que desenvolvem estudos básicos, para aprimorarem o conhecimento sobre os mecanismos de ação do vírus, bem como levantamentos epidemiológicos, para detecção do tipo viral prevalente no país e, por somatória, desenvolvimento de estudos aplicados: o desenvolvimento da vacina contra o vírus com efeito terapêutico, para animais já infectados, e profiláticos, para prevenção.

Estima-se que aproximadamente 60% do rebanho nacional esteja afetado por pelo menos um tipo de papilomavírus bovino (no total são seis tipos conhecidos), sendo que a conseqüência desta infecção influi diretamente na lucratividade do produtor agropecuário: na produção leiteira, por exemplo, a perda está na produção do leite, reduzida pela dor e pelas verrugas que surgem no teto dos animais, animais com papiloma aparente são depreciados. Em casos agudos ou crônicos, frequentemente associados a co-fatores ambientais, a papilomatose resulta em cânceres de bexiga e do aparelho digestório, atingindo alto índice de morbidade e de mortalidade, com grandes prejuízos.

As estatísticas sobre a doença são escassas devido ao fato de ser uma doença de notificação não-obrigatória pelo Ministério da Agricultura.

Agências nacionais de fomento à pesquisa apóiam pesquisadores do PRONAPA, que uniu instituições da Região Nordeste (UFPE, LIKA, UFS, UFC) e Sudeste (FMVZ-USP, UFOP, UNIFESP, Instituto Biológico de São Paulo e Instituto Butantan), com um objetivo comum: trazer soluções no combate ao papilomavírus no Brasil.

Maiores informações pelo e-mail.

Fonte: W. Beçak / InovaBrasil

Programa Chevening de bolsas de estudo no Reino Unido

O governo britânico abre inscrições para o programa Chevening de bolsas de estudo no Reino Unido. As inscrições estão abertas até o dia 31 de julho de 2008 para cursos que iniciem em setembro do acadêmico de 2009/2010.

O programa Chevening é uma excelente oportunidade para futuros líderes brasileiros, jovens profissionais promissores, de estudar em renomadas universidades britânicas. Anualmente, cerca de quarenta profissionais brasileiros são contemplados com as bolsas Chevening para fazer cursos de curta duração ou mestrado.

O Chevening é um programa de bolsas de estudos de pós-graduação voltado ao profissional em início ou meio de carreira, que se destaque em sua área de atuação e queira se aperfeiçoar no Reino Unido. O programa é financiado pelo Foreign and Commonwealth Office (FCO), o Ministério das Relações Exteriores britânico, e administrado pelo British Council em todo o mundo. No Brasil, a administração Chevening está sob a responsabilidade dos escritórios do British Council de Brasília, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo.

As bolsas normalmente são concedidas para um programa formal de estudos em tempo integral com três até doze meses de duração, o que exclui estágio prático ou pesquisa. Os cursos devem estar diretamente relacionados à area de atuação do candidato e a sua carreira.

As áreas do Programa Chevening são:
Desenvolvimento Econômico e Social;
Combate ao Crime Internacional;
Desenvolvimento Sustentável, Mudança Climática e Meio ambiente;
Finanças e Negócios Bancários, com prioridade para regulação e finanças públicas;
Governo e Políticas Públicas;
Direitos Humanos;
Jornalismo;
Comércio e Indústria, com prioridade para: tecnologia aeroespacial, aqüicultura, telecomunicações, desenho industrial e indústria cultural e de criação, energia, tecnologia ambiental e de construção civil, mineração e transportes;
Áreas do Direito relacionadas aos setores mencionados acima.
As áreas de línguas e artes estão excluídas do programa.

Nova área para o Chevening 2008:
Chevening e Olimpíadas: Liderança Esportiva
As inscrições para esta bolsa estão abertas até o dia 30 de abril para cursos com início em setembro do ano acadêmico de 2008/2009, clique aqui e saiba mais.

Teor da bolsa
O comitê de seleção espera oferecer bolsas que cubram um ou mais dos itens abaixo:

Taxa do curso
Auxílio para a manutenção do bolsista (despesas com a família não é coberta pela bolsa)
O limite máximo coberto pelo programa para as taxas do curso é de £12.000 (doze mil libras esterlinas). Candidatos que desejarem cursar mestrados cujas taxas tenham valor superior a este poderão fazê-lo desde que se disponham a cobrir a diferença. O pagamento da diferença deve ser feito diretamente à universidade, antes do início do curso.

* O Chevening não cobre as passagens aéreas. Passagens aéreas só serão cobertas no caso de algumas bolsas especiais.

Maiores informações: http://www.britishcouncil.org/

Fonte:British Council

31º Congresso de Oftalmologia da Universidade Federal de São Paulo

O 31º Congresso de Oftalmologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) apresentará avanços científicos e tecnológicos a médicos oftalmologistas, residentes, tecnólogos, enfermeiros, instrumentadores cirúrgicos, auxiliares e alunos de graduação e pós-graduação.

“Desenvolvendo competências” será o tema central do evento, que será realizado de 28 de fevereiro a 1º de março, na capital paulista.

A promoção é do Centro de Estudos Moacyr Álvaro do Departamento de Oftalmologia da Unifesp.

Mais informações: www.oftalmologiaunifesp.com.br

Fonte: Agência Fapesp