quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

CNPq divulga resultado do Edital Universal 2007

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCT) divulgou ontem (19/12) o resultado do Edital Universal de 2007, que teve recorde de inscrições com 15 mil propostas submetidas e demanda bruta de R$ 700 milhões.

O objetivo do Edital Universal é apoiar atividades de pesquisa científica, tecnológica e de inovação, mediante o apoio financeiro a projetos que contribuam significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico do País, em todas as áreas do conhecimento.

Este ano foram aprovados aproximadamente 4 mil projetos, superando em quase 100% a expectativa levantada pelo presidente do CNPq, Marco Antonio Zago, no lançamento do edital. O aumento é devido ao empenho do ministro da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende, em aportar mais recursos para o Edital. Das propostas aprovadas, 33% são de instituições do Norte, Nordeste e Centro-Oeste, extrapolando a expectativa dos 30% do orçamento total do edital destinados para estas regiões.

Uma inovação que aconteceu no Edital Universal de 2007 foi a divisão das propostas por faixas de financiamento. Faixa A, para projetos de até R$ 20 mil; Faixa B, para propostas acima de R$ 20 mil e ate R$ 50 mil; e Faixa C, para projetos acima de R$ 50 mil a R$ 150 mil. Segundo o presidente do CNPq, os recursos da edição de 2007 do Edital Universal representaram o maior volume concedido neste tipo de chamada e pode contemplar um maior número de pesquisas. “Com a criação de faixas, abriu-se a possibilidade de apoiar pesquisadores mais jovens que não concorrem com os grupos consolidados, cuja tendência é solicitar recursos na maior faixa”, disse Zago. Confirmando a expectativa do presidente, o maior número de projetos submetidos aconteceu dentro da Faixa A de financiamento.

Aporte de recursos
Outra importante novidade que o Edital Universal recebeu este ano, resultado do esforço pessoal do Ministro da Ciência & Tecnologia, Sergio Rezende, foi o aporte adicional de mais R$ 50 milhões para o orçamento global do edital que totalizou R$ 150 milhões.

Os recursos são oriundos dos Fundos Setoriais de Recursos Hídricos (CT-Hidro), de Tecnologia de Informação (CT-Info), de Petróleo e Gás Natural (CT-Petro), de Transporte Aquaviário e Construção Naval (CT-Aquaviário), Saúde (CT-Saúde), e do CNPq. Estes recursos, que serão aplicados em 2 anos, fazem parte de amplo plano do Governo Federal de apoio à Ciência, Tecnologia e Inovação.

Veja os projetos aprovados nos endereços abaixo:

Fonte: / CNPq