domingo, 12 de agosto de 2007

Tecpar certifica madeireira pelo Programa Brasileiro de Certificação Florestal

A unidade de certificação do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar Cert) fez a certificação da Indústria de Madeiras Manoa. O selo de certificação foi entregue no último dia 9. A empresa é a primeira madeireira a ser certificada pelo Tecpar, no escopo floresta nativa, pelo Programa Brasileiro de Certificação Florestal (Cerflor).

"Estamos começando a certificação de florestas da melhor maneira possível", disse o diretor-presidente do Tecpar, Mariano de Matos Macedo, por meio de sua assessoria. O Tecpar é uma instituição associada à ABIPTI.

Segundo informações do instituto, a Manoa é uma empresa do grupo Triângulo e está sediada em Rondônia. A indústria atua no mercado de madeira de espécies arbóreas nativas da região Amazônica.

O Cerflor é desenvolvido pela estrutura do Sistema Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Sinmetro), que tem como órgão executivo central o Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), instituição também associada à ABIPTI.

Segundo informações do Inmetro, o programa nasceu em 1996 para atender uma demanda do setor produtivo florestal do país. A iniciativa partiu da Sociedade Brasileira de Silvicultura (SBS) que, em parceria com algumas associações do setor, instituições de ensino e pesquisa, organizações não-governamentais e com apoio de órgãos do governo, atuou na criação do Cerflor.

Os princípios e critérios para a certificação das empresas foram elaborados pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que é associada à ABIPTI.

Já o Inmetro atua na acreditação de laboratórios que são os responsáveis pela realização das análises de certificação das empresas interessadas em participar do Cerflor. O Tecpar Cert é um dos laboratórios acreditados pelo Inmetro e atua como um Organismo de Certificação do Manejo de Florestas (OCF).

Para saber mais sobre o Cerflor, acesse o endereço.

Fonte: Gestão CT