sábado, 2 de junho de 2007

Empresa incubada do Cietec, a Coll lança primeira alisadora de roupas do país

Ficar horas a fio debruçada em cima de uma tábua de passar não é o sonho de nenhuma mulher. Foi pensando nesse tipo de problema que a arquiteta Célia Jaber - que também sofria com suas pilhas de roupas - desenvolveu a Agillisa, a primeira alisadora de roupas do Brasil no Centro Incubador de Empresas Tecnológicas (Cietec). A Agillisa é o primeiro produto da Coll Projetos, Engenharia e Tecnologia, empresa nascida de uma necessidade pessoal de Célia.

"Precisava diminuir o tempo dispensado para a tarefa de passar roupas. A idéia de montar uma máquina surgiu de uma prática muito utilizada que consiste em aproveitar o vapor do chuveiro para desamassar as peças de roupas", afirma. A partir disso Célia passou a estudar as propriedades do vapor para montar um equipamento. Ao mesmo tempo em uma pesquisa de mercado, constatou que 84% dos entrevistados comprariam um produto como esse caso ele existisse. No ano de 1996 a empresa entrou com o pedido de patente, que foi expedido em 1999.

Sobre o período de incubação no Cietec, Jaber afirma ter sido fundamental. "Desde o apoio de infra-estrutura e orientações técnicas até os relacionados com a atualização profissional, integração com a universidade, utilização dos laboratórios e apoio de especialistas e consultores", conta.

Características técnicas
A Agillisa reúne uma série de características que a tornam um equipamento versátil. Além de alisar roupas secas e úmidas, o produto desodoriza e é uma secadora de roupas. Além disso, é possível, em um único ciclo de operação misturar roupas de todos os tipos de composição de fibras: naturais, mistas e sintéticas. O equipamento também economiza cerca de 50% de energia elétrica em comparação com o ferro de passar roupas (consumo de 1,19KWh), que consome até 7% da energia de uma residência.

Com capacidade para até 12 peças por ciclo, o produto pode ser adquirido 110V ou 220V. Acompanha a Agillisa seis cabides para camisas em acrílico com ombreiras e ganchos giratórios, seis cabides para calças e saias, três hastes removíveis para peças de cama, mesa e banho e magnetos para auxiliar o alisamento de detalhes de peças sociais. O ciclo de para roupas secas dura 72 minutos e para roupas úmidas - já centrifugadas - 139.

Desenvolvida com design seguindo a linha branca de eletrodomésticos, os objetivos da Coll com a Agillisa a partir de agora são "expandir sua comercialização a todo o país, implantar uma rede de assistência técnica e adaptar o equipamento para lavanderias, hotéis, hospitais, entre outros", finaliza Jaber.

Mais informações pelo através do site: www.agillisa.com.br ou pelo telefone: 55 11 2425-2019

Fonte: Cietec / USP