sexta-feira, 20 de abril de 2007

Normas para TV digital são discutidas pela ABNT

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) constituiu uma Comissão de Estudo Especial Temporária (CEET) que irá elaborar normas que atendam ao Sistema Brasileiro de Televisão Digital Terrestre (SBTVD). De acordo com a associação, as normas deverão ser publicadas no prazo máximo de seis meses.

Segundo a associação, o texto-base será o conjunto de especificações estabelecidas pelo Módulo Técnico, responsável pela harmonização dos requisitos do SBTVD com o padrão ARIB (Association of Radio Industries and Business), do Japão, e de outras entidades nacionais e internacionais. Tais especificações possibilitam todos os modos de transmissão previstos no decreto presidencial que instituiu o SBTVD: transmissão digital em alta definição (HDTV) e em definição padrão (SDTV), transmissão digital simultânea para recepção fixa, móvel e portátil e interatividade.

Após a etapa de definição do programa de trabalho e o cronograma da CEET, a comissão deverá se dedicar à adequação de textos e às regras de redação e apresentação de normas brasileiras da ABNT. Em seguida, os projetos de norma passarão por uma consulta nacional, para apreciação e eventuais sugestões da sociedade.

A comissão é composta pelos engenheiros Paulo Henrique Castro e Aguinaldo Silva que ocupam, respectivamente, os cargos de coordenador e vice-coordenador da CEET. A instância ainda conta com a participação de representantes de fabricantes de televisores e de equipamentos, de emissoras de TV, de universidades, centros de pesquisa e do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), além da própria ABNT.

Outras informações sobre a ABNT podem ser obtidas no endereço.

Fonte: Gestão CT

Proteína de bactéria amazônica tem ação antimicrobiana

Não é de hoje que o consumo de proteínas é considerado uma exigência por parte dos nutricionistas e dos adeptos à alimentação saudável e equilibrada. Mas, nos últimos anos, a Biologia Molecular introduziu um novo olhar sobre o papel da proteína, apresentando-a como matriz do desenvolvimento de novos produtos com aplicação biotecnológica.

Em Manaus (AM), as lentes dos microscópios estão voltadas para a bactéria Chromobacterium violaceum. O estudo do genoma da espécie acusou possível ação antimicrobiana, com potencial emprego no combate a doenças como a leishmaniose, malária, dengue e doenças causadas por fungos. Além disso, análises laboratoriais demonstraram a facilidade com a qual a espécie se adapta aos diferentes ambientes extremos. Os pesquisadores crêem que existem mecanismos moleculares de fonte protéica responsáveis por essa façanha.

O uso da palavra “Proteoma” na literatura científica é novo. Ela significa "conjunto de proteínas expressas por um Genoma" - conjunto de toda a informação hereditária de um organismo, codificada em seu DNA. O seqüenciamento dos DNAs das espécies é um passo importante no estudo geral das funções e formas das proteínas, pois nesse processo deduz-se a seqüência de aminoácidos, ou seja, a estrutura primária das proteínas.

No entanto, ele revela pouco sobre o desempenho de suas funções individual ou coletivamente e não consegue identificar com precisão quais proteínas atuam, de fato, numa determinada célula, num momento específico. Por isso, estudos mais detalhados, por meio de análises de proteomas, tornam-se necessários.

"As proteínas sofrem modificações qualitativas e quantitativas, dependendo do estado fisiológico da célula ou do efeito de fatores físicos e químicos (drogas, doenças etc.). É o proteoma que indica esse estado da célula ou do fluído biológico num determinado tempo. Muitas informações moleculares necessárias para o funcionamento da célula só estão disponíveis em nível de proteínas, nunca no genoma (DNA) ou transcriptoma (RNA)", explica o coordenador da Rede Proteômica do Amazonas, Jorge Luis López Lozano, que também é professor da Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

Segundo Lozano, o nível de informação no DNA é relativamente "constante" durante todo o ciclo de vida de uma espécie, independente de variações no meio ambiente. Já o fluxo da informação em nível de proteínas, qualitativa e/ou quantitativamente, muda no tempo e no espaço (na membrana celular, organelas etc.). O mesmo tipo de célula é capaz de expressar proteomas distintos, se ambas forem expostas à ação de drogas ou até mesmo estresse.

"Um exemplo simples: compare uma foto sua de dez anos atrás com uma atual, e veja o que aconteceu? Mudaram as suas proteínas, mas a sua informação genética ainda é a mesma", esclarece Lozano.

A matéria na íntegra segue aqui.

Fonte: Agência CT

Prêmio Petrobras de tecnologia recebe projetos

A Petrobras está recebendo projetos para a edição 2007 do Prêmio Petrobras de Tecnologia até o dia 30 de junho.

A idéia é reconhecer a contribuição da comunidade acadêmica brasileira para o desenvolvimento tecnológico da empresa e da indústria do petróleo nacional.

A premiação é voltada para estudantes graduação, mestrado ou doutorado. Os vencedores na categoria doutorado receberão R$ 20 mil, na categoria mestrado R$ 15 mil e R$ 10 mil para os trabalhos de graduação. Além disso, os vencedores ganharão uma bolsa CNPq/Petrobras para mestrado, doutorado ou pós-doutorado em universidades nacionais.

Os trabalhos devem atender as seguintes tecnologias: de exploração; de perfuração e de produção; de refino e petroquímica; de logística e de transporte petróleo, gás e derivados; de produtos; de gás; de energia; de segurança e desempenho operacional; de preservação ambiental.

A empresa pretende divulgar o nome dos vencedores no dia 28 de setembro. Para mais informações acesse o site www.petrobras.com.br/

Fonte: Gestão CT

PPBio realiza seu primeiro Seminário Científico

Programa de pesquisa em biodiversidade

O Programa de Pesquisa em Biodiversidade (PPBio) vai realizar, nos dias 22 a 25 de maio, o seu primeiro seminário científico. O evento, que acontecerá em Belém (PA), está sob a coordenação do PPBio/Amazônia Oriental e do Museu Paraense Emílio Goeldi (Mpeg).

A proposta é reunir pesquisadores de todas as equipes envolvidas com as atividades de pesquisa do PPBio Amazônia e PPBio Semi-Árido, juntamente com palestrantes e observadores externos ao programa.

Segundo informações do Mpeg, o evento contará ainda com a presença do Comitê Científico Nacional do PPBio. A idéia é obter uma maior integração entre os componentes do programa, os núcleos executores (NE) e os núcleos regionais (NR), assim como divulgar sua produção cientifica e consolidar parcerias com programas correlatos e com as ações de gestão ambiental.

Ainda de acordo com o Mpeg, as inscrições são gratuitas e estão divididas em duas etapas. Os pesquisadores e estudantes cadastrados no PPBio poderão se inscrever até o dia 9 de maio pelo e-mail . Já os demais interessados, que não fazem parte do programa, poderão fazer suas inscrições de 9 a 18 de maio, pelo mesmo endereço.

Informações complementares sobre o evento podem ser obtidas pelo telefone (91) 3217-6142.

Fonte: Gestão CT

2º Workshop Internacional sobre Qualidade da Água e Boas Práticas de Manejo para a Aqüicultura

Manaus sediará workshop sobre qualidade da água e aqüicultura

Acontece, nos dias 22 a 25 de maio, em Manaus (AM), o 2º Workshop Internacional sobre Qualidade da Água e Boas Práticas de Manejo para a Aqüicultura. As inscrições estão abertas e podem ser feitas até o final deste mês de abril.

A proposta é discutir as conseqüências das restrições ambientais sobre o desenvolvimento da aqüicultura na Amazônia, os efeitos da nutrição e dos resíduos das rações na qualidade da água e nos sedimentos do fundo dos viveiros, além de avaliar a eficácia de diferentes práticas de manejo em função dos distintos sistemas de produção utilizados pela criação de peixes.

O evento é organizado pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) e pela Embrapa de Jaguariúna (SP) e da Amazônia Ocidental. A iniciativa conta ainda com o apoio de outras duas instituições associadas: a Secretaria de Estado de Ciência Tecnologia (Sect-AM) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Amazonas (Fapeam).

Segundo informações do Inpa, as atividades serão voltadas para alunos de graduação e pós-graduação, piscicultores, pesquisadores e professores de instituições de educação e pesquisa, entre outros.

Os interessados em participar podem fazer suas inscrições pelos e-mail ou ainda pelo e-mail . Informações complementares sobre o evento podem ser obtidas pelo telefone (92) 3643-3191.

Fonte: Gestão CT

Seminário: “Educação para Inovação: Desafios e Soluções”

No próximo dia 25, em São Paulo (SP), o Instituto Unimep (Fórum Permanente das Relações Universidade - Empresa) realizará o seminário “Educação para Inovação: Desafios e Soluções”. O objetivo é analisar a educação no Brasil e discutir como ela pode contribuir para a cultura da inovação - considerada fundamental para o desenvolvimento do país - debatendo aspectos diversos, como o social e o econômico.

O Uniemp atua há 15 anos promovendo a integração entre empresas, universidades e sociedade, visando, prioritariamente, a C&T.

As vagas para o evento são limitadas. Os interessados devem encaminhar mensagem para o e-mail para.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 2178-0466 ou pelo site:
www.uniemp.org.br/

Fonte: Gestão CT

Debates Atuais em Ciências Biomédicas

Debates atuais em ciências biomédicas
“Dedicação exclusiva ao ensino e pesquisa" será o tema discutido nos Debates Atuais em Ciências Biomédicas, que será realizado no dia 24 de abril, em São Paulo.
O encontro, aberto ao público e com entrada franca, é promovido pelo Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (USP).

Os debatedores serão Plácido Zoega Táboas, professor titular do Instituto de Ciências Matemáticas de São Carlos da USP, Reinaldo Guerreiro, vice-diretor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da USP, e Allan Aroni, vice-presidente da Associação Nacional dos Pós-Graduandos.

Mais informações: www.fisio.icb.usp.br/bmb5805_2007.html.

Fonte: Agência FAPESP

Retratos Rurais: Faces e Interfaces

O Centro de Estudos Rurais (Ceres), ligado ao Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH), organiza nos dias 25, 26 e 27 de abril, o evento “Retratos Rurais: Faces e Interfaces”.

Será aberto dia 25, às 17 horas, na sala de defesa de teses do IFCH (prédio da Pós-graduação), com lançamento da Revista Ruris, do Ceres, e a presença de Caio Galvão de França, coordenador geral do Núcleo de Estudos Agrários e Desenvolvimento Rural (Nead) e de sua coordenadora-executiva, Adriana Lopes.

No encontro haverá lançamento de livros do Projeto Cooperação Acadêmica (Procad/Capes), com a participação da professora Lygia Sigaud (Museu Nacional do Rio de Janeiro) e do professor Andrea Ciacchi, da Universidade Federal da Paraíba (UFPb). O evento será encerrado no dia 27, às 14 horas, na sala de defesa de teses do IFCH, com palestra da professora Sônia Maria Bergamasco, da Faculdade de Engenharia Agrícola (Feagri).

Outras informações pelo telefone (19) 3521-1636.

Fonte: Unicamp

Fórum Permanente de Agronegócios "Biocombustível no Brasil"

O Fórum Permanente de Agronegócios "Biocombustível no Brasil" acontece no dia 26 de abril, das 9 às 17 horas, no auditório da Biblioteca Central Cesar Lattes (BC-CL).

O evento, organizado pelo Instituto de Biologia (IB), pelo Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas a Agricultura (Cepagri) e pela Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA), é apoiado pelas coordenadorias Geral da Universidade (CGU) e de Relações Institucionais e Internacionais (Cori).

Inscrições no site www.cori.unicamp.br/foruns/agro/foruns_agro.php.

Outras informações pelo e-mail .

Fonte: Unicamp