sexta-feira, 13 de abril de 2007

Últimos dias para inscrição do curso de Elaboração do relatório da gestão no ciclo 2007

Termina segunda-feira (16) o período de inscrição para o Curso de Elaboração do Relatório da Gestão no Ciclo 2007, realizado pelo do Projeto Excelência na Pesquisa Tecnológica da ABIPTI. O curso acontecerá no edifício sede do CNPq, em Brasília (DF), de 18 a 20 de abril.

De acordo com a programação, o curso abordará os temas: Gestão das organizações na abordagem por processos; Modelo de gestão baseado nos Critérios de Excelência; Os Critérios de Excelência; Uso dos Critérios de Excelência na modelagem da gestão das organizações; e Como Elaborar um relatório da gestão.

Após a realização do curso de Brasília, outros três serão realizados. Em Curitiba (PR), o evento acontecerá no Instituto de Tecnologia do Paraná (Lactec), nos dias 25 a 27 de abril; Em Belo Horizonte (MG), será realizado no Centro Tecnológico de Minas Gerais (Cetec), nos dias 9 a 11 de maio; e em Aracajú (SE), acontecerá no Instituto de Tecnologia e Pesquisa de Sergipe (ITPS), de 16 a 18 de maio.

Para realizar a inscrição, é necessário encaminhar mensagem para o e-mail , informando o nome completo, a instituição em que atua, e-mail e telefone de contato. Informações complementares, pelo telefone (61) 3340-3272.

Fonte: Gestão CT

Evento debaterá computação e informação quântica (WEICQ 2007)

De 29 a 31 de outubro, ocorre, em Campina Grande (PB), o 2º Workshop-Escola de Computação e Informação Quântica (WEICQ 2007).

O evento será realizado pelo Instituto de Estudos em Computação e Informação Quântica (Iquanta) e pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). A Fundação Parque Tecnológico da Paraíba (PaqTcPB) apóia o evento.

O objetivo do WEICQ é promover a integração entre o meio acadêmico, de pesquisas e empresarial, na busca por um maior diálogo entre estes setores, que, consequentemente, resultará num desenvolvimento da computação e informação quântica no Brasil. Para tanto, serão oferecidos sessões de apresentação de artigos e trabalhos, mini-cursos, palestras, exposições de sistemas computacionais e debates em mesa-redonda.

O WEICQ é voltado a todos que se interessam no assunto, em especial estudantes, professores, pesquisadores e empresários da área. As inscrições estão abertas e as vagas são limitadas. Os interessados devem enviar e-mail para o endereço.

Informações adicionais no endereço do evento.

Fonte: Gestão CT

Ibict abre inscrições para seleção de bolsistas do programa de capacitação institucional

Encontra-se aberto, até o próximo dia 20, o período de inscrição para o processo seletivo de candidatos a bolsas de Desenvolvimento Tecnológico Industrial no âmbito do Programa de Capacitação Institucional do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict).

O benefício, destinado ao desenvolvimento de atividades de pesquisa, por meio de agregação temporária de profissionais sem vínculo empregatício, contempla as áreas de ciência da computação, biblioteconomia, ciência da informação e áreas correlatas. O período de vigência da bolsa é de 24 meses.

Interessados deverão enviar currículo e informar, no mesmo, se possui artigos técnicos ou científicos e onde foram publicados, assim como livros ou capítulos, teses orientadas, comunicações em congressos, seminários nacionais e internacionais, patentes obtidas, filmes, vídeos e audiovisuais realizados.

Outras informações pelo telefone (61) 3217-6101 ou no site: www.ibict.br/noticia.php?id=376.

Fonte: Gestão CT

Tratamento de diabetes com quimioterapia e transplante de células-tronco

Autologous nonmyeloablative hemaopoietic stem cell transplantation in newly diagnosed type 1 diabetes mellitus

Um grupo de 15 pacientes com diabetes tipo 1 recebeu um tratamento que incluiu altas doses de quimioterapia e o transplante de células-tronco originárias de suas próprias medulas ósseas. O resultado foi animador: 14 deles ficaram, até agora, independentes das altas doses diárias de insulina que recebiam, uma vez que seus organismos voltaram a produzir a substância.

O estudo, cujos resultados foram publicados na edição desta quarta-feira (11/4) do Journal of the American Medical Association (Jama), foi realizado por pesquisadores do Centro de Terapia Celular (CTC) da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP), um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepids) da FAPESP.

Coordenada por Julio Voltarelli, a equipe teve colaboração de Richard Burt, da Faculdade de Medicina Feinberg da Universidade Northwestern, nos Estados Unidos.

O diabetes tipo 1, também conhecido como diabetes juvenil ou insulino-dependente, atinge cerca de 1 milhão de pessoas no Brasil. Segundo Voltarelli, a doença corresponde a, no máximo, 10% dos casos de diabetes, mas é justamente o tipo mais grave, principalmente para crianças.

De acordo com o imunologista, o estudo, iniciado no fim de 2003, foi feito com pacientes entre 12 e 35 anos. Todos estavam em estágio inicial da doença, até seis semanas após o diagnóstico. “Nessa fase, eles ainda têm uma reserva de células produtoras de insulina no pâncreas”, explicou o pesquisador.

O primeiro passo foi submeter os pacientes a uma imunossupressão, isto é, receberam altas doses de drogas que desativam o sistema imunológico, impedindo-o de atacar as células do pâncreas. “O diabetes tipo 1 faz com que as próprias células do sistema de defesa do corpo ataquem as que estão no pâncreas e são especialistas na produção de insulina”, disse Voltarelli.

Com o sistema imune “desligado”, foram injetadas no sangue de cada paciente células-tronco de seu próprio corpo. O transplante possibilitou a reconstituição da medula e do sistema imunológico do doente, após receber agressiva quimioterapia.

“Com isso, conseguimos uma recuperação rápida do sistema imune, de até nove dias. Após o transplante, o sistema foi reconstruído de modo a não atacar mais o pâncreas. A maioria dos pacientes ficou livre da insulina”, disse o pesquisador da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto.

Voltarelli destaca, no entanto, que o estudo não revela uma cura para diabetes, embora aponte um caminho para futuras terapias. “Ainda não sabemos quanto tempo vai durar o efeito. Os pacientes serão acompanhados ao longo de toda a vida”, disse.

O acompanhamento dos pacientes feito até agora variou entre sete e 36 meses. “O primeiro deles foi o único que não teve tratamento bem-sucedido e voltou a usar insulina um ano após o transplante. Mudamos um pouco os parâmetros e os outros 14 pacientes ficaram independentes da insulina”, disse o imunologista.

Um dos pacientes está livre das injeções de insulina há 35 meses, quatro há pelo menos 21 meses e sete há mais de seis meses. Dois deles, com resposta mais tardia, ficaram independentes da insulina por um e cinco meses, segundo o estudo. Houve efeitos colaterais em apenas três pacientes – um teve pneumonia e dois tiveram disfunções endócrinas.

O artigo Autologous nonmyeloablative hemaopoietic stem cell transplantation in newly diagnosed type 1 diabetes mellitus, de Julio Voltarelli e outros, pode ser lido por assinantes do Jama.

Fonte: Agência Fapesp

Seminário nacional de parques tecnológicos e incubadoras de empresas

A décima sétima edição do Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas, evento promovido pela Anprotec em parceria com o Sebrae e com o apoio do Ministério da Ciência e Tecnologia, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, CNPq, FINEP e CNI/IEL, acontecerá de 17 a 21 de setembro de 2007, em Belo Horizonte, sob a organização da Rede Mineira de Inovação.


Fonte: Anprotec

Ciência pela Paz e pelo Desenvolvimento

Lançado concurso “Ciência pela Paz e pelo Desenvolvimento”

Em comemoração ao Dia Mundial da Ciência pela Paz e pelo Desenvolvimento - 10 de novembro -, ao Ano Polar Internacional 2007-2008, ambos estabelecidos pelas Nações Unidas, e aos 25 anos do Programa Antártico Brasileiro (Proantar), a Unesco e diversos parceiros lançaram o Concurso de Trabalhos Escritos e Desenhos com o tema Ciência e Vida nas regiões polares: equilíbrio para o planeta.

O concurso tem inscrições abertas até o dia 16 de julho, e destina-se a estudantes do ensino médio das redes públicas e privadas do Brasil, orientados por professores das escolas. Estudantes e professores-orientadores serão igualmente premiados.

O concurso tem como objetivos incentivar a discussão acerca dos impactos da pesquisa e do desenvolvimento tecnológico para o desenvolvimento do País; contribuir para o fortalecimento da iniciação científica e tecnológica entre estudantes do ensino médio no Brasil; e reconhecer e premiar os melhores trabalhos escritos e desenhos que demonstrem o real entendimento da importância do desenvolvimento científico e tecnológico da sociedade.

Os dez melhores trabalhos escritos e os dez desenhos vencedores serão premiados durante as comemorações do Dia Mundial da Ciência pela Paz e pelo Desenvolvimento, em novembro deste ano.

Na ocasião também será lançado um livro com os trabalhos e desenhos vencedores. Os primeiros lugares nas duas categorias receberão como prêmios visitas a instituições de ensino e pesquisa do Reino Unido e do Brasil e suas escolas ganharão coleções de publicações na área de Ciências, além de exemplares do livro com os trabalhos vencedores e certificados.

Informações sobre o concurso e a programação do Dia Mundial da Ciência pela Paz e pelo Desenvolvimento estão disponíveis no site www.unesco.org.br/diadaciencia, pelo e-mail ou pelo telefone (61) 2106 3627.

Fontes: Unesco e Agência CT