segunda-feira, 9 de abril de 2007

Ministro da C&T revela criação de rede de pesquisa para tratar das mudanças climáticas

O ministro da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende, revelou, no dia 6, durante entrevista na Rede Nacional de Rádios, que, em até 30 dias, o governo deverá criar uma rede de instituições de pesquisas para subsidiar as decisões brasileiras relacionadas às mudanças climáticas.

Segundo Rezende, a estrutura de pesquisa será instituída por meio de decreto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e é uma das medidas do plano nacional de combate às alterações do aquecimento global, assim como também faz parte do plano para a área de C&T divulgado no último dia 28, entre os quais estão os programas Espacial Brasileiro; o Nuclear; e o de Ciência e Tecnologia na Amazônia; entre outros oito.

A proposta está sendo elaborada por representantes dos ministérios do Meio Ambiente, da Ciência e Tecnologia e das Relações Exteriores e envolverá instituições de norte a sul do país, coordenadas pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Em entrevista à Agência Brasil, o ministro afirmou que a principal contribuição do MCT é realizar estudos e pesquisas para gerar informações na área e realizar simulações de mudanças climáticas em diversas regiões do país. Para estas simulações, o Inpe montará um “supercomputador”, capaz de congregar diversas informações.

Ainda segundo Rezende, outras instituições ligadas ao MCT também vão participar da rede, como o Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia (Inpa), em Manaus (AM), e o Museu Paraense Emílio Goeldi, em Belém (PA), instituições também associadas à ABIPTI, além de algumas universidades federais e estaduais, como é o caso da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Fonte: Gestão CT

Tecnologia da informação e mudanças organizacionais: o caso do Ministério da Fazenda na França

O seminário Tecnologia da Informação e Mudanças Organizacionais: o Caso do Ministério da Fazenda na França será realizado no dia 17 de abril, às 15h, em São Paulo.

O tema será abordado por Laura Ibiapina Parente, do Laboratório Técnicas, Territórios e Sociedades (Latts), entidade de pesquisa do Centro Nacional de Pesquisa Científica (CNRS) e de l’École Nationale des Ponts et Chaussées, na França.

A promoção é do Departamento de Engenharia de Produção da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP). As inscrições são gratuitas.

Mais informações pelo e-mail .

Fonte: Agência FAPESP