sábado, 3 de março de 2007

Portal une países de língua portuguesa

O Portal LUSOPAT permitirá o acesso a uma base dados sobre patentes e modelos de utilidade dos países de língua portuguesa e será fundamental para a difusão do entendimento da propriedade intelectual como mecanismo de crescimento nestes países, é no que acredita o presidente Instituto Nacional de Propriedade Industrial do Brasil, Jorge Ávila.

O portal foi apresentado dia 2 de março de no Fórum de Cooperação em Propriedade Intelectual dos Países Lusofônicos, como Guiné Bissau, Angola, Timor Leste, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Portugal.

Maiores informações pelo site: www.portal-lusofonia.org/

Fonte: INPI

Espaço estreita cooperação entre Brasil e China

Delegação da Empresa de Lançamento, Rastreio e Controle de Satélites da China (CLTC) esteve nessa quinta-feira (1) na Agência Espacial Brasileira (AEB), em Brasília, para propor, entre outras coisas, o estreitamento da cooperação entre os dois países. A idéia é que sejam ampliadas as atividades de rastreio, telemetria e controle.

O Programa CBERS (Satélite Sino-Brasileiro de Recursos Terrestres) colocou o Brasil no seleto grupo dos que dominam a tecnologia para o fornecimento de dados de sensoriamento remoto. No Brasil, a missão de desenvolver e construir satélites é coordenada pela AEB e executada pelo Inpe. Na China, o programa está sob a responsabilidade da CAST (Chinese Academy of Space Technology).

Desde junho de 2004, já foram disponibilizadas gratuitamente mais de 200 mil imagens a usuários do território nacional, fato que o Brasil o maior distribuidor de imagens de satélite do mundo. Em maio de 2006, o INPE passou a também oferecer sem custos imagens para países da América do Sul localizados na área de abrangência da sua Estação de Recepção de Cuiabá. Mais de 5 mil instituições, entre órgãos públicos, universidades, centros de pesquisa e ONGs, além da iniciativa privada, utilizam as imagens do satélite sino-brasileiro.

Fonte: Aeb