sexta-feira, 2 de março de 2007

Fiocruz e Icict lançam a revista eletrônica Reciis

Fiocruz e instituto de comunicação e informação em C&T lançarão obra bilíngüe

Em junho, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e o Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica (Icict) lançarão a revista eletrônica Reciis.

Segundo informações da Fiocruz, o diferencial da publicação é que, além de ter foco em comunicação, informação e inovação em saúde, ela é bilíngüe (português e inglês).
O objetivo dos idealizadores da revista é a construção de um fórum de debate multidisciplinar e de diálogo entre autores nacionais e internacionais visando à consolidação das áreas de pesquisa que a obra engloba.

Interessados em enviar artigos, podem fazê-lo para as duas colunas que comporão a Reciis, artigos originais e pesquisas em andamento.

Informações complementares, pelo telefone (21) 3865-3246 ou pelo e-mail .

Fonte: Gestão CT

Programa Excelência na Gestão de Instituições Tecnológicas

Será realizado, nos dias 22 e 23 de março, no Carlton Hotel, em Brasília (DF), o lançamento do Ciclo 2007 do Programa Excelência na Gestão de Instituições Tecnológicas.

O programa é composto pelos projetos Excelência na Pesquisa Tecnológica, Excelência na Gestão de Unidades de Design e Observatório de Tecnologias de Gestão (OTG). A realização é da ABIPTI, Finep, CNPq e Sebrae.

O público esperado é composto por dirigentes e técnicos de institutos de pesquisa tecnológica, gestores das unidades de design e entidades de planejamento e fomento à C&T.

Informações complementares, pelos telefones (61) 3340-3271, (61) 3340-3272 ou (61) 3340-3273.

Fonte: Gestão CT

Inscrições para cátedra em Londres terminam dia 16

Doutores interessados em exercer atividades na Inglaterra, que estimulem o estudo e a pesquisa sobre a realidade brasileira no âmbito da tecnologia da informação aplicada na educação, podem candidatar-se a uma vaga para a Cátedra em Tecnologias Educacionais Inovadoras. As atividades serão realizadas no Instituto de Educação da Universidade de Londres, no período de maio a dezembro de 2007. As inscrições estão abertas até o próximo dia 16 de abril.

O programa é realizado em parceria entre a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior do Ministério da Educação (Capes/Mec), a Secretaria de Educação a Distância (Seed/Mec), e a Universidade de Londres. O propósito é contribuir para a difusão de informações objetivas sobre a dinâmica da sociedade brasileira, em centros universitários de excelência no exterior.

Requisitos
Doutor há no mínimo cinco anos, estar credenciado como docente e orientador em programa de pós-graduação reconhecido pela Capes, possuir atuação acadêmica qualificada na área e reconhecida competência profissional com produção científica consistente, e fluência em inglês, são alguns dos requisitos exigidos ao candidato. Além disso, o interessado deverá apresentar carta do coordenador do programa de pós-graduação ao qual está vinculado, apoiando sua candidatura, carta-convite da instituição anfitriã, e plano de trabalho preliminar descrevendo as atividades a serem desenvolvidas.

O selecionado terá direito a passagens aéreas de ida e volta Brasil/Inglaterra/Brasil; £3.000,00 (três mil libras esterlinas) por mês; auxílio instalação pago no Brasil, em uma única vez, equivalente ao valor de £2.000,00 (duas mil libras esterlinas); e £800,00 (oitocentas libras esterlinas) para o pagamento de despesas com seguro saúde, a ser pago também em uma única vez, no Brasil.

Mais informações no site: www.capes.gov.br/bolsas/cooperacao/.

Fonte: Capes

Dependência de tabaco e comorbidade psiquiátrica

Tobacco dependence and psychiatric comorbity

Não é novidade que o tabagismo pode causar grandes prejuízos à saúde, mas um estudo feito no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) reforça a idéia de que o cigarro tem a capacidade de afetar também a saúde mental dos indivíduos.

A principal conclusão da pesquisa de revisão bibliográfica feita por Hercílio da Oliveira Jr. e André Malbergier, do Grupo Interdisciplinar de Estudos de Álcool e Drogas (Grea) da FMUSP, é que a incidência de doenças mentais é mais evidente nos fumantes do que no restante da população.

Os pesquisadores fizeram um levantamento em mais de 70 artigos da base de dados internacional Medline. “Priorizamos os artigos mais recentes e que apresentaram melhor metodologia”, disse Oliveira Jr.

Os autores fizeram a associação de palavras-chave, em inglês, como “fumo” ou “dependência de nicotina”, com termos que representam comorbidades psiquiátricas, como “depressão” e “esquizofrenia”. No cruzamento de “fumo” e “depressão” foram encontradas 1.469 referências.

“Esse é um número considerado muito alto e que nos mostra uma via de mão dupla. Em primeiro lugar, indica que o tabagismo predispõe o indivíduo a algumas doenças psiquiátricas”, disse Oliveira Jr.

“Por outro lado, os indivíduos que já apresentam doenças mentais fumam muito mais do que outros fumantes que não sofrem nenhum tipo de desvio psiquiátrico”, conta. “Essas pessoas ficam mais dependentes da nicotina. Nesse caso o cigarro tem um efeito calmante e serve para aliviar a ansiedade.”

Além da depressão, a revisão literária associou a palavra “fumo” com outros transtornos, como “pânico”, “transtorno de déficit de atenção e hiperatividade”, “esquizofrenia” e “abuso de drogas”. Os resultados foram, respectivamente, 57, 181, 364 e 6.774 referências nos artigos analisados.

A associação entre tabagismo e abuso de drogas foi bem maior do que a depressão. “Isso comprova um velho modelo, que também é foco de muitos estudos, no qual o uso do cigarro pode ser a porta de entrada para outras substâncias. Os artigos apontam que aqueles que fumam cigarro têm uma predisposição muito maior de se viciar em drogas mais pesadas”, diz Oliveira Jr.

Os resultados da análise de Oliveira Jr. e Malbergier foram publicados na Revista de Psiquiatria Clínica. Para ler o artigo Dependência de tabaco e comorbidade psiquiátrica, disponível na biblioteca on-line SciELO (Bireme/FAPESP), clique aqui.

Fonte: Thiago Romero / Agência FAPESP - 02/03/2006